Ajuda Humanitária

Conselheiro especial espera consensos em Astana para envio de ajuda aos sírios

ONU quer que diálogo priorize apoio a milhares de pessoas em áreas sitiadas; expectativa é que encontros impulsionem ação humanitária no país que entra no sétimo ano do conflito.

ONU fecha com êxito primeiro local de proteção de civis no Sudão do Sul

Milhares de deslocados retornaram voluntariamente às suas casas; centenas de famílias viviam na base de Melut desde o início da guerra civil há quatro anos; Ocha saúda libertação de quatro funcionários humanitários no país africano.

ONU proclama 20 de maio como Dia Mundial da Abelha
BR

Celebração quer aumentar a consciência sobre importância das abelhas e de outros polinizadores; Assembleia Geral também adotou Década da Agricultura Familiar e Ano Internacional dos Camelídeos.

Em Dia Internacional da Solidariedade Humana, ONU Mulheres destaca assédio
BR

Agência sugere a homens gravarem vídeos para redes sociais condenando o assédio sexual e outros tipos de abusos a mulheres; data ressalta importância de açãoa favor de vítimas de violência, discriminação e outras violações de direitos básicos.

Agências da ONU ampliam ações para aliviar fome em Grande Kassai

FAO e PMA vão utilizar US$ 10 milhões fornecidos pelo governo da Bélgica para entregar alimentos a 100 mil pessoas na região da República Democrática do Congo; meta é prevenir mortes por desnutrição.

ONU pede adoção de “políticas corretas” para evitar estereótipos a migrantes
BR

Em entrevista à ONU News, representante especial do chefe da ONU, Louise Arbour, considera importante “mudar a narrativa” sobre migrantes, muitas vezes “baseada em estereótipos e má percepção”.

Nigéria baixa pela metade número de pessoas que passam fome no nordeste

FAO revela que vítimas de insegurança alimentar em áreas afetadas pelos terroristas Boko Haram reduziram de 5,2 milhões para 2,6 milhões; agência aposta em distribuir sementes para aumentar produção local.

Em Dia Internacional do Migrante, ONU pede cooperação e solidariedade
BR

Em mensagem para marcar a data, secretário-geral, António Guterres, disse que mundo deve reconhecer as contribuições e celebrar a vitalidade de 258 milhões de migrantes; representante da União Europeia junto à ONU diz que é preciso encontrar soluções.

Crianças continuam a ser as principais vítimas no conflito do Sudão do Sul

ONU: “Muito cedo para tirar conclusões” sobre morte de 14 boinas-azuis
BR