Ajuda Humanitária

Quase 20 contaminações radioativas no Japão
BR

Segundo a Aiea, explosões de dois reatores deixaram 25 feridos; OMS alerta aos japoneses para evitarem automedicação com iodo.

Acnur forma voluntários em Moçambique

A Agência da ONU e a Cruz Vermelha assinaram acordo que estabelece uma plataforma de cooperação a favor dos refugiados ou candidatos a refugiados, na República de Moçambique.

OMS: Quase 500 mil pessoas já foram evacuadas no Japão
BR

Segundo agência da ONU, população sofre com as temperaturas extremas e neve, que agravam a situação dos deslocados por conta do terromoto, tsunami e crises nas estações nucleares do país asiático.

Mia Farrow alerta para impacto de conflitos no Sul do Sudão

Depois de visitar a região, actriz de Hollywood e Embaixadora da Boa Vontade do Unicef pediu ao mundo uma maior aposta nas crianças sul sudanesas.

Stoitchkov anima vítimas da fome no Burquina Faso

Antigo astro búlgaro dos espanhóis do Barcelona disse acreditar no contributo da modalidade para combater a fome.

Insegurança bloqueia assistência humanitária em Cote d’Ivoire

Acnur estima em 300 mil o número de desalojados na capital; intensificação dos combates limita acção de funcionários humanitários.

ONU disposta a apoiar o Japão após explosões em central nuclear

Agência Internacional de Energia Atômica foi notificada sobre o acidente na central nuclear de Fukushima Daichi no domingo; governo ordenou evacuação em raio de até 20km do local.

Doadores entregam quase metade do apelo para Líbia
BR

Escritório da ONU para a área, Ocha, recebeu US$ 76 milhões dos US$ 160 milhões pedidos a doadores em todo o mundo; coordenador humanitário chegou este fim de semana ao país do norte-africano.

Quase metade do apelo para ajuda na Líbia já foi entregue

Ocha recebeu cerca de US$ 76 milhões; coordenador humanitário da ONU iniciou visita ao país do norte de África.

Enviado especial da ONU embarca para a Líbia (Português Brasil)

Ex-chanceler da Jordânia, Abdel Al-Khatib, deverá se reunir com todas as partes do conflito; confrontos podem ter matado milhares de pessoas e causaram a fuga de 250 mil do país norte-africano.