agricultura

Número de pessoas à beira da fome aumenta 10 vezes em um ano na Somália

Ação humanitária para 5,4 milhões de pessoas deve custar US$ 1,6 mil milhões este ano; ONU elogia ação com autoridades somalis e com comunidade internacional que evitou que se declarasse estado de fome no ano passado.

Áudio -

Número de pessoas à beira da fome aumenta 10 vezes em um ano na Somália

Ação humanitária para 5,4 milhões de pessoas deve custar US$ 1,6 mil milhões este ano; ONU elogia ação com autoridades somalis e com comunidade internacional que evitou que se declarasse estado de fome no ano passado.

Entrevista: Cristina Müller

A busca de apoio para manter refugiados africanos do Sudão domina esta conversa com a chefe de Comunicação e Informação do Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, naquele país.

Guterres quer união dos países para 12 áreas de maior preocupação em 2018
BR

Secretário-geral pediu mais atenção a mulheres e meninas após identificar poder como o cerne da questão; apelo do chefe da ONU é por maior unidade e coragem para enfrentar os “testes mais urgentes de hoje”.

Áudio -

Guterres quer união dos países para 12 áreas de maior preocupação em 2018
BR

Secretário-geral pediu mais atenção a mulheres e meninas após identificar poder como o cerne da questão; apelo do chefe da ONU é por maior unidade e coragem para enfrentar os “testes mais urgentes de hoje”.

No Sudão, ajuda humanitária pode passar da emergência para desenvolvimento
BR

Porta-voz do Ocha no país indica que progressos para paz em Darfur podem acelerar essa transição; vários sudaneses retornam de nações vizinhas; Sudão acolhe milhões de pessoas de países em conflito como Sudão do Sul e Eritreia.

Chefe da FAO diz que mulheres indígenas sofrem “discriminação tripla”
BR

Em visita oficial ao México, diretor-geral da agência, José Graziano da Silva, afirmou que o avanço da luta contra a pobreza e fome extremas depende da eliminação do preconceito.

Áudio -

Chefe da FAO diz que mulheres indígenas sofrem “discriminação tripla”
BR

Em visita oficial ao México, diretor-geral da agência, José Graziano da Silva, afirmou que o avanço da luta contra a pobreza e fome extremas depende da eliminação do preconceito.

PMA e Acnur pedem a doadores apoio para 100 mil refugiados no Ruanda

Falta de recursos levou à redução de rações alimentares; apenas indivíduos considerados mais vulneráveis incluindo crianças abaixo de cinco anos e mães amamentando estão recebendo porção completa.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

PMA e Acnur pedem a doadores apoio para 100 mil refugiados no Ruanda