África

Conselho de Segurança confiante na realização de eleições na Guiné-Bissau em março

Órgão da ONU analisou situação política no país; debate destacou eleições marcadas para 10 de março de 2019; presença da missão política das Nações Unidas no país será reconfigurada.

De refugiada angolana para o mundo: “Tudo é possível. Há pessoas que estão a tentar ajudar”

Jemima Nsenga, de 18 anos, canta em grupo coral que celebrou a adoção do Pacto Global sobre Refugiados; ela foi recolocada nos Estados Unidos pelo Acnur; mais de 3 milhões de refugiados vivem em território norte-americano.

Unicef apoia campanha de paternidade responsável com Anselmo Ralph em Angola

Cantor é uma das estrelas da iniciativa que pretende incentivar os angolanos a registarem os seus filhos; no país, apenas uma em cada quatro crianças com menos de 5 anos são registadas oficialmente.

Chefe de Direitos Humanos quer fim da violência e de discursos inflamatórios na RD Congo
BR

Protestos marcam campanha eleitoral para as presidenciais deste mês; Michelle Bachelet condena ação de grupos armados em campanhas eleitorais; apelo às forças de segurança é que continuem imparciais.

Crianças correspondem a um terço de pacientes com ebola na RD Congo
BR

Unicef alerta que  um em cada 10 pacientes com a doença tem menos de cinco anos; surto iniciado em agosto deixou mais de 400 crianças órfãs ou desacompanhadas em Kivu do Norte.

Comissão Econômica da ONU em África marca 60 anos priorizando transformação
BR

Áreas econômica e social marcam atuação da entidade em 53 países; diretor regional fala à ONU News de apostas como diversificação das economias e busca de soluções para reduzir fluxos migratórios.

OMS África: 23% das mortes estão ligadas ao meio ambiente

Terceira Conferência Interministerial sobre Saúde e Ambiente começa esta terça-feira em Libreville, Gabão; encontro organizado pela OMS e ONU Meio Ambiente discute como transformar políticas em ações.

Chefe de missões de paz da ONU quer mais cooperação com países lusófonos
BR

Em entrevista exclusiva à ONU News, Jean-Pierre Lacroix disse que as nações de língua portuguesa como Brasil e Portugal têm dado contribuições importantes a processos de paz no mundo; ele lembrou que o conhecimento da África é uma mais valia dessas nações.