Adia Abeba

“Malária deixou de ser a principal causa de morte de crianças em África”

Maioria das 6,2 milhões de vidas salvas nos últimos 16 anos é formada de crianças;  OMS celebra avanços, mas adverte que 830 milhões de africanos continuam em risco de contrair a doença.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

“Malária deixou de ser a principal causa de morte de crianças em África”