abrigo

Cerca de um quarto de eritreus vivendo em Tigray recebem ajuda humanitária 
BR

Proteção e segurança de 100 mil refugiados foi uma das maiores preocupações das agências de auxílio; passos seguintes após entrega alimentar incluem apoio com proteção, abrigo, cuidados médicos e escolas. 

Acnur abre primeiro centro para receber venezuelanos perto da fronteira com a Colômbia
BR

Centenas de pessoas terão acesso ao local de acolhimento; Colômbia é o país acolhe mais de 1,1 milhão de refugiados e migrantes da venezuela; Escritório de Direitos Humanos da ONU anunciam ida de uma equipe de cinco membros à Venezuela.

ONU: proteção e abrigo de civis iraquianos devem ser prioridade
BR

Agência de refugiados calcula que 250 mil podem ficar deslocados com nova ofensiva militar em Mossul;  desde início da operação em outubro, 217 mil fugiram da violência na região.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

ONU: proteção e abrigo de civis iraquianos devem ser prioridade
BR

Malaui: estudo incentiva proteção da criança como parte do apoio humanitário

País acolhe 36 mil candidatos a asilo e refugiados da África Austral; parceria entre Acnur e governo coordena esforços para dar mais abrigos e realizar ações de proteção infantil; medidas devem apoiar especialmente as meninas.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Malaui: estudo incentiva proteção da criança como parte do apoio humanitário

Sudão do Sul: conflito deslocou milhares de pessoas em outubro

Maioria fugiu para Uganda, República Democrática do Congo, Etiópia e Sudão; Acnur alertou que o conflito que tornou-se uma das maiores crises humanitárias do mundo continua a gerar grande sofrimento e deslocamento.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Sudão do Sul: conflito deslocou milhares de pessoas em outubro

100 mil pessoas sitiadas na cidade de Yei, no Sudão do Sul

Acnur fala em operações militares numa área do país que era pacífica; cidade passa por crise humanitária e agência está preocupada com a segurança dos civis; testemunhas relatam cenas terríveis de violência.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

100 mil pessoas sitiadas na cidade de Yei, no Sudão do Sul