Perspectiva Global Reportagens Humanas

Nações Unidas expressam condolências pela morte do presidente do Irã

Presidente Seyyed Ebrahim Raisi perdeu a vida na sequência de um acidente de helicóptero ocorrido neste domingo
ONU/Cia Pak
Presidente Seyyed Ebrahim Raisi perdeu a vida na sequência de um acidente de helicóptero ocorrido neste domingo

Nações Unidas expressam condolências pela morte do presidente do Irã

Assuntos da ONU

Secretário-geral manifesta solidariedade às famílias, ao governo e ao povo iranianos; agências de notícias informaram que o presidente Seyyed Ebrahim Raisi morreu com outras sete pessoas após a queda de um helicóptero no domingo. 

O secretário-geral das Nações Unidas revelou tristeza e expressou condolências pela morte do presidente do Irã. Seyyed Ebrahim Raisi perdeu a vida na sequência de um acidente de helicóptero ocorrido neste domingo.

Em nota emitida pelo seu porta-voz, António Guterres menciona o líder iraniano, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir-Abdollahian, e seus colegas ao prestar solidariedade às famílias, ao governo e ao povo do Irã. 

Fronteira com o Azerbaijão

De acordo com agências de notícias, o presidente Ebrahim Raisi morreu com outras sete pessoas que o acompanhavam após a queda do veículo em que viajavam perto da fronteira com o Azerbaijão, no extremo leste.

A presença do presidente na área do Azerbaijão Oriental estava relacionada com a inauguração das barragens hidrelétricas de Qiz Qalasi e Khoda Afarin. O ato contou com a presença do presidente azerbaijano Ilham Aliyev.

Depois do evento, ocorrido as 13h, no horário local, esperava-se que o presidente iraniano fosse inaugurar um projeto na refinaria de petróleo de Tabriz.

Entre os acompanhantes estavam o governador da província do Azerbaijão Oriental, líderes religiosos, um chefe da equipe de segurança, pilotos e um técnico, segundo os relatos das autoridades iranianas.