Perspectiva Global Reportagens Humanas

Unea-6 segue em Nairóbi com anúncio de prêmios a iniciativas para salvar o planeta

Unea-6 marcou o segundo dia reunindo mais de 7 mil delegados de 182 Estados-membros da ONU
© Pnuma / Kiara Worth
Unea-6 marcou o segundo dia reunindo mais de 7 mil delegados de 182 Estados-membros da ONU

Unea-6 segue em Nairóbi com anúncio de prêmios a iniciativas para salvar o planeta

Clima e Meio Ambiente

Prêmio Jovens Campeões da Terra 2024 deve homenagear indivíduos entre 18 e 30 anos; Gala premia projetos mais bem sucedidos do mundo na cura do planeta; evento realça cooperação com acordos ambientais multilaterais.

ACOMPANHE NOSSA COBERTURA ESPECIAL DA UNEA-6

Nesta terça-feira, a Assembleia Nações Unidas para o Meio Ambiente, Unea-6, marcou o segundo dia reunindo mais de 7 mil delegados de 182 Estados-membros da ONU. O evento junta mais de 170 ministros e outros líderes no Campus de Gigiri, em Nairóbi.

Um dos destaques na capital queniana foi o lançamento do “Prêmio Jovens Campeões da Terra”, para homenagear indivíduos entre 18 e 30 anos pelo potencial excepcional para ajudar a proteger o meio ambiente.

Participantes na área de exposição na sexta sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente em Nairóbi, Quênia, em 27 de fevereiro de 2024
© Pnuma / Kiara Worth
Participantes na área de exposição na sexta sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente em Nairóbi, Quênia, em 27 de fevereiro de 2024

Abordagem da tripla crise planetária

Na edição de 2024 serão distinguidos sete jovens pelas ideias e soluções inovadoras, mostrando o potencial da natureza na abordagem da tripla crise planetária de alterações do clima, perda de biodiversidade e poluição.

A Unea-6 verá os países considerarem cerca de 19 resoluções, como parte de um esforço mais amplo para estimular uma ação ambiental multilateral mais ambiciosa. Os eventos de alto nível começam na quinta-feira.

As resoluções abrangem, entre outras questões, economia circular, modificação da radiação solar, ações multilaterais eficazes, inclusivas e sustentáveis em prol da justiça climática, gestão sólida de produtos químicos e resíduos, e as tempestades de areia e poeira.

Participantes podem doar as peças de roupas das quais já enjoaram no estande da Exposição Têxtil Threads of Change, de onde elas serão encaminhadas para reciclagem pela Africa Collect Textiles e transformadas em cobertores, bolsas, roupas e outros itens
© Pnuma / Kiara Worth
Participantes podem doar as peças de roupas das quais já enjoaram no estande da Exposição Têxtil Threads of Change, de onde elas serão encaminhadas para reciclagem pela Africa Collect Textiles e transformadas em cobertores, bolsas, roupas e outros itens

Instrumentos críticos da governação ambiental internacional

A Unea-6 também destaca a importância da cooperação com acordos ambientais multilaterais. Os MEAs, na sigla em inglês, são acordos internacionais que abordam as questões ambientais mais prementes de preocupação global ou regional e são instrumentos críticos da governança e do direito ambiental.

Na quarta-feira, o dia inteiro será dedicado ao tema para reforçar a convergência de ações e a partilha de experiências, proporcionando, ao mesmo tempo, maior visibilidade aos MEAs.

Os participantes que estão presencialmente acompanhando o evento em Nairóbi podem doar as peças de roupas das quais já enjoaram no estande da Exposição Têxtil Threads of Change, de onde elas serão encaminhadas para reciclagem pela Africa Collect Textiles e transformadas em cobertores, bolsas, roupas e outros itens.

 Uma exposição que promove a moda sustentável
© Pnuma / Kiara Worth

Emblemas da restauração e campeões da Terra 

No final desta terça-feira, a cerimônia de gala homenageou um novo grupo de “Destaques Mundiais de Restauração”O reconhecimento da ONU é dado aos projetos mais bem sucedidos do mundo na cura do planeta. 

No evento que une gerações, Estados-membros e grupos interessados serão premiados por novos projetos-modelos, que serão apresentados por imagens multimídias, seguidas de discussão com Jovens que já foram Campeões da Terra. 

Os modelos de restauração mundial premiados nesta edição são projetos que beneficiaram quase 40 milhões de hectares em mais de 20 países, incluindo: Bolívia, Chile, Equador, Etiópia, Gana, Quênia, Líbano, Mali, Nepal, Níger, Marrocos, Paquistão, Peru, Ruanda, Senegal, Somália, Sri Lanka, Tanzânia, Tunísia, Turquia e Uganda.

Na cerimônia de abertura, a diretora executiva do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Inger Andersen, enfatizou aos participantes que “o multilateralismo ambiental está vivo. Funciona. E veio para ficar”.

Assista aqui à sessão completa do primeiro dia, e também as melhores imagens na galeria de fotos online.  

 

De Nairóbi para a ONU News, Ludmilla Duarte