Perspectiva Global Reportagens Humanas

Conflito no Sudão atinge novas áreas povoadas

Uma vista das Montanhas Nuba no estado de Cordofão do Sul
UNITAMS
Uma vista das Montanhas Nuba no estado de Cordofão do Sul

Conflito no Sudão atinge novas áreas povoadas

Paz e segurança

Bombardeios e confrontos armados causam deslocamentos e mortes de civis nos estados centrais do Cordofão do Sul e Ocidental; região tinha conseguido evitar ações militares de grande escala em áreas povoadas nos últimos meses; na cidade de El Fula, líderes locais conseguiram mediar a interrupção de combates.

A Missão Integrada de Assistência à Transição das Nações Unidas no Sudão, Unitams, está alarmada com o recente aumento do nível de violência em áreas povoadas dos estados do Cordofão do Sul e Ocidental.

Relatos indicam que partes de Kadugli foram bombardeadas pelo Movimento de Libertação do Povo do Sudão/Norte, Splm/N, na semana passada. 

Bombardeios e saques

O ataque foi seguido de bombardeios pesados e confrontos armados entre o Splm/N e as Forças Armadas do Sudão, deslocando a população local e causando mortes de civis.

A Unitams informa que a cidade de El Fula está em turbulência desde 16 de agosto, quando os combates se intensificaram entre o exército sudanês e as Forças de Apoio Rápido, RSF. 

Agências do governo, bancos, escritórios das Nações Unidas e de ONGs foram saqueados. De acordo com a Unitams, esforços de líderes tribais locais resultaram na interrupção dos combates.

O representante especial do secretário-geral para o Sudão e chefe da Unitams, Volker Perthes, disse que "estes últimos desenvolvimentos militares são deploráveis, uma vez que estes dois estados conseguiram evitar um confronto militar em grande escala em áreas povoadas nos últimos meses.”

Iniciativas de paz

Ele enfatizou que “todas as ações militares e atos de mobilização devem parar imediatamente para aliviar o sofrimento da população afetada.”

Perthes pediu ainda que as partes em conflito retomem o diálogo “para resolver suas diferenças.”

A Unitams faz um apelo para que todos os atores militares no Sudão se abstenham de ações que possam desencadear novos conflitos armados e garantam a proteção da população e das infraestruturas civis. 

A missão destaca que iniciativas de paz, como a que ocorreu em El Fula por iniciativa de líderes locais, também devem ser encorajadas e apoiadas.