Perspectiva Global Reportagens Humanas

Unesco: ponte entre culturas pode reduzir maior parte dos conflitos atuais

A Unesco organizou um workshop de dois dias de 22 a 23 de novembro em Dar es Salaam para proteger o patrimônio cultural
Nicolas Calvin, via Wikimedia Commons
A Unesco organizou um workshop de dois dias de 22 a 23 de novembro em Dar es Salaam para proteger o patrimônio cultural

Unesco: ponte entre culturas pode reduzir maior parte dos conflitos atuais

Cultura e educação

Agência aponta que três quartos dos principais conflitos do mundo têm uma dimensão cultural; Dia Mundial da Diversidade Cultural destaca o papel do setor na paz e no desenvolvimento; cultura abarca 6,2% de todos os empregos existentes.

Neste 21 de maio, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, lidera a celebração do Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento.

A data celebra a riqueza das culturas do mundo e o papel do diálogo intercultural para alcançar a paz e o desenvolvimento sustentável. Segundo a Unesco, 89% dos conflitos existentes hoje no mundo ocorrem em países com baixo diálogo intercultural.

Estabilidade e emprego

Além disso, três quartos dos principais conflitos têm uma dimensão cultural. A agência defende que fazer a ponte entre as culturas é o caminho para cooperação efetiva, estabilidade e sustentação da paz.

A Unesco afirma que o setor cultural e criativo é um dos mais poderosos motores de desenvolvimento em todo o globo. Ele é responsável por mais de 48 milhões de empregos em nível mundial, quase metade dos quais ocupados por mulheres.

A cultura representa 6,2% de todos os empregos existentes e 3,1% do Produto Interno Bruto, PIB, global. É também o setor que emprega e oferece oportunidades para o maior número de jovens com menos de 30 anos.

No entanto, a Unesco aponta que a cultura ainda não tem o devido reconhecimento nas políticas públicas e na cooperação internacional.

Festas de Inverno, Carnaval de Podence, Portugal, Inscrito em 2019 na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade
Unesco/Paulo Sousa
Festas de Inverno, Carnaval de Podence, Portugal, Inscrito em 2019 na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade

“Bem público global”

Em setembro de 2022, delegações de 150 Estados se reuniram no México para o evento Mondiacult 2022 , a maior conferência mundial dedicada à cultura nos últimos 40 anos.

Ao final do encontro, os países participantes adotaram por unanimidade a Declaração para a Cultura, afirmando-a como um “bem público global”.

O texto define um conjunto de direitos culturais que precisam ser levados em conta nas políticas públicas. Estes vão desde os direitos sociais e econômicos dos artistas à liberdade artística. Do direito das comunidades indígenas de salvaguardar seus conhecimentos ancestrais à proteção e promoção do patrimônio cultural e natural.

A proposta também sugere regulamentação do setor digital, principalmente das plataformas mais usadas, em benefício da diversidade cultural on-line, dos direitos de propriedade intelectual dos artistas e do acesso justo a conteúdo para todos.

Revisão de metas em junho de 2023

O Dia Mundial da Diversidade Cultural é celebrado desde 2002 e oferece a oportunidade de avançar nos objetivos da Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais adotada pelas Nações Unidas em outubro de 2005.

nona sessão da Conferência das Partes da Convenção será realizada na sede da Unesco em Paris, de 6 a 8 de junho de 2023. O objetivo é examinar o estado da implementação em todo o mundo e os principais desafios que se colocam aos setores culturais e criativos no contexto pós-pandemia da Covid-19.