Nutricionista explica o que é a gordura trans e como afeta a saúde

A gordura trans produzida industrialmente é comumente encontrada em alimentos embalados, produtos de panificação, óleos de cozinha e massas
© Unsplash/Viktor Forgacs
A gordura trans produzida industrialmente é comumente encontrada em alimentos embalados, produtos de panificação, óleos de cozinha e massas

Nutricionista explica o que é a gordura trans e como afeta a saúde

Saúde

Organização Mundial da Saúde, OMS, publica relatório revelando que 5 bilhões de pessoas, em todo o mundo, ainda permanecem desprotegidas, aumentando risco de doenças cardíacas e até morte; ONU News conversou com a nutricionista Fabiane Alheira, que explicou o que é esse tipo de gordura, onde é encontrado e como evitar.

ONU News: Qual a diferença entre gordura trans e gordura saturada?

A gente conhece três tipos de gordura saturada, que é uma gordura sólida, de origem animal. Nós temos a gordura insaturada, que ela é líquida, de origem vegetal, e nós temos a gordura trans, que é uma gordura que não existe no meio ambiente. É uma gordura que foi desenvolvida pelo ser humano através do processo químico que a gente chama de hidrogenação. Pegamos um óleo líquido vegetal, então pegamos um óleo vegetal e transformamos ele numa gordura vegetal, numa gordura sólida.

 

ON: Como saber se o alimento que vamos consumir tem gordura trans?

FA: Existe um marketing muito grande. Muitas vezes, a gente vê um alimento no rótulo desse alimento zero gordura trans. Mas aí, quando a gente vai olhar na lista de ingredientes, e é por isso que eu sempre bato nessa tecla de que a gente precisa entender a lista de ingredientes, quando a gente vai ler, está escrito gordura vegetal. Ué, mas a gordura vegetal não deveria ser óleo vegetal? Sim. Então, se existe a expressão gordura vegetal, você já desconfia que, bem possivelmente, aquele óleo passou por um processo de hidrogenação e se transformou numa gordura trans. Mas Fabiane, como é que pode vir escrito no rótulo 0% gordura trans? Como é que pode estar escrito naquela tabela nutricional Zero Gordura trans? É porque, em alguns países, a legislação permite que para você escrever zero naquela tabela nutricional, você tenha que ter uma quantidade mínima de gordura hidrogenada por porção. E é por isso que, muitas vezes, a gente vê uma porção assim: dois biscoitos e meio, três biscoitos. Ninguém come três biscoitos num pacote. Mas se o fabricante colocasse quatro biscoitos, já ia aparecer o percentual de gordura trans. E aí ele não poderia dizer que aquele produto é zero gordura trans.

 

ON: Em que alimentos a gordura trans está presente e porque ela continua matando?

FA: Na maioria dos alimentos ultraprocessados e industrializados. Pães, bolachas, biscoitos e snacks, sorvetes, chocolate, pizza, hambúrguer, lasanha, raviólis. Ou seja, abriu o pacote, colocou no prato, é bem provável que você esteja ingerindo uma gordura trans que não é reconhecida pelo nosso organismo e aumenta o colesterol ruim, diminui o colesterol bom, aumenta o risco para doenças coronarianas, diabetes, obesidade, que são doenças que a gente sabe que estão ali no top das causas de morte por doenças não transmissíveis aumentando a obesidade e aumentando o processo inflamatório sistêmico, prejudicando o nosso intestino. Quer dizer, é uma gordura que a gente não deve de fato ingerir. É uma gordura que não vai nos causar bem nenhum, só mal.

Como ela está contida na maioria dos produtos industrializados, a gente vê um aumento da obesidade, aumento da ingestão de produtos ultraprocessados com gordura trans em locais de baixa renda, média renda, mas em locais de dificílimo acesso, locais onde apenas a indústria de alimentos consegue chegar. Então, isso gera para aquela população um sentimento de poder muito grande e ela acaba ingerindo mais esse tipo de alimento do que o alimento que vem da natureza. A comida de verdade. Para a gente ter saúde, a gente precisa ter um estilo de vida saudável e comer comida de verdade.