ONU “muito preocupada” após batida policial em casa de bispo na Nicarágua BR

Managua, capital da Nicarágua. Guterres reiterou seu apelo ao governo do país, liderado pelo presidente Daniel Ortega, para assegurar a proteção e os direitos humanos de todos os cidadãos
Unsplash/Kevin Valerio
Managua, capital da Nicarágua. Guterres reiterou seu apelo ao governo do país, liderado pelo presidente Daniel Ortega, para assegurar a proteção e os direitos humanos de todos os cidadãos

ONU “muito preocupada” após batida policial em casa de bispo na Nicarágua

Direitos humanos

Em nota, porta-voz do secretário-geral disse que fechamento de instituições no espaço cívico e democrático no país centro-americano apenas aumenta as preocupações; segundo agências de notícias, religioso se preparava para rezar missa quando foi abordado pela polícia.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, está “muito preocupado” com ações recentes contra organizações da sociedade civil incluindo da Igreja Católica, na Nicarágua.

O anúncio foi feito pelo vice-porta-voz do secretário-geral, Farhan Haq.

O secretário-geral citou o fechamento severo do espaço democrático e cívico na Nicarágua incluindo de entidades da Igreja Católica
Acnur/Diana Diaz
O secretário-geral citou o fechamento severo do espaço democrático e cívico na Nicarágua incluindo de entidades da Igreja Católica

Liberdades e direitos

Ele citou o fechamento severo do espaço democrático e cívico na Nicarágua incluindo de entidades da Igreja Católica. O porta-voz falou da batida policial à residência do bispo de Matagalpa, e que esse tipo de incidente só aumenta as preocupações.

O secretário-geral da ONU reiterou seu apelo ao governo da Nicarágua, liderado pelo presidente Daniel Ortega, para assegurar a proteção e os direitos humanos de todos os cidadãos.

Guterres ressaltou a importância do respeito aos direitos universais como de reunião pacífica, e a liberdades de associação, pensamento, consciência e religião.

Ele terminou a nota pedindo que todos aqueles que foram presos, de forma arbitrária, sejam postos em liberdade.