ONU não “está bloqueando” missão à usina nuclear de Zaporizhzhia
BR

16 agosto 2022

Declaração é do porta-voz do secretário-geral após “repetidos comentários” de vários funcionários russos acusando a organização de cancelar ou bloquear” visita da Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, ao local.

As Nações Unidas afirmam que a Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, tem completa independência para decidir sobre missões específicas.

A declaração partiu do porta-voz do secretário-geral da ONU após rumores de que a organização “teria cancelado ou estaria bloqueando” uma missão técnica da Aiea à usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia.

O porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric.
Foto: ONU/Manuel Elias
O porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric.

Alarme e riscos

Stephane Dujarric disse que cabe à Aiea, a decisão de implementar mandatos específicos. A instalação nuclear, considerada a maior da Europa, é controlada desde março por militares da Rússia. Nas últimas semanas, bombardeios perto de Zaporizhzhia soaram o alarme de riscos atômicos no local.

Na quinta-feira, o chefe da Aiea, Rafael Mariano Grossi, disse ao Conselho de Segurança que está pronto para liderar uma missão técnica à Zaporizhzhia caso a mesma seja autorizada pela Ucrânia e pela Rússia. 

Desde o início da guerra em 24 de fevereiro, Grossi já esteve na Ucrânia algumas vezes em missões técnicas incluindo uma a Tchernobil.

Em coletiva de imprensa em Viena, diretor geral da Aiea, Rafael Mariano Grossi, aponta Usina Nuclear de Zaporizhzhia
© IAEA/Dean Calma
Em coletiva de imprensa em Viena, diretor geral da Aiea, Rafael Mariano Grossi, aponta Usina Nuclear de Zaporizhzhia

Capacidade logística e de segurança

Na declaração, o porta-voz do secretário-geral António Guterres indicou que os rumores partiram de funcionários da Rússia. Stephane Dujarric ressaltou que o Secretariado da ONU não tem autoridade para bloquear ou cancelar qualquer atividade da agência nuclear.

Ele encerrou a nota afirmando que após consultar a Aiea, o Secretariado da ONU avaliou que a agência tem a capacidade de logística e segurança para apoiar uma missão à Zaporizhzhia caso a Rússia e a Ucrânia concordem com a missão.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud