ONU elogia anúncio de cessar-fogo entre Gaza e Israel
BR

8 agosto 2022

Secretário-geral emitiu nota lamentando perda de vidas nos ataques aéreos de Israel e com foguetes do grupo Jidad Islâmica Palestina e outros militantes; Egito coordenou diálogo entre duas partes para suspensão da violência.

O líder das Nações Unidas saudou o cessar-fogo anunciado entre Gaza e Israel, nesse fim de semana.

António Guterres afirmou, em nota divulgada pelo seu porta-voz, que está “profundamente triste” com as mortes e ferimentos incluindo de crianças durante os ataques.

Destruição em Gaza. No conflito, mais de 100 palestinos ficaram feridos assim como sete israelenses
Ziad Taleb
Destruição em Gaza. No conflito, mais de 100 palestinos ficaram feridos assim como sete israelenses

Hospitais, escolas e abrigos afetados

Ele mencionou os bombardeios de Israel e as ofensivas com foguetes de Gaza por parte do movimento Jihad Islâmica Palestina e de outros grupos militantes.

Guterres afirmou que a violência causou uma emergência humanitária. Cruzamentos para Gaza foram fechados e os cortes de energia elétrica estão afetando a operação de hospitais, escolas e abrigos para deslocados.

Centenas de prédios e casas foram destruídos ou danificados nos ataques e milhares de pessoas ficaram desalojadas.

Destruição causada por um ataque israelense em Gaza, no dia 7 de agosto de 2022
Ziad Taleb
Destruição causada por um ataque israelense em Gaza, no dia 7 de agosto de 2022

Crianças entre feridos e mortos

O secretário-geral da ONU expressou condolências profundas às vítimas da violência e aos familiares.

Segundo agências de notícias, dezenas de palestinos morreram incluindo crianças.

A coordenadora humanitária na região, Lynn Hastings, disse que mais de 100 palestinos ficaram feridos assim como sete israelenses.

Em sua nota, o secretário-geral da ONU elogiou o Egito pelos esforços de coordenação para o cessar-fogo ajudando a restaurar a calma.

Guterres pediu a todos os lados que respeitem o cessar-fogo e reafirmou o compromisso da ONU com o alcance de dois Estados vivendo lado a lado pacificamente e com base em resoluções das Nações Unidas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud