Campanha da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres no Brasil BR

Campanha da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres no Brasil
ONU Brasil
Campanha da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres no Brasil

Campanha da ONU se une ao enfrentamento da violência contra mulheres no Brasil

Mulheres

Nova etapa da iniciativa global Verificado é lançada neste 7 de agosto com evento inter-religioso no Santuário Cristo Redentor; #ParaCadaUma terá intervenções nas cidades do Rio de Janeiro, Manaus e São Paulo; campanha traz informações sobre tipos de violência contra a mulher para ajudar a combater o problema.

Neste 7 de agosto*, o Brasil marca 16 anos da Lei Maria da Penha sobre a violência contra mulheres. As Nações Unidas, por meio da iniciativa global Verificado, lançam no Brasil a campanha #ParaCadaUma, sobre violência doméstica e familiar contra mulheres.

Sol na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro.
OMM/Bruno Ipiranga
Sol na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro.

Violência contra as mulheres

O primeiro evento será no Santuário Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, com representantes de diversas religiões. No monumento, considerado um cartão postal da cidade, a cantora Kell Smith fará uma apresentação musical.

A campanha #ParaCadaUma pretende falar, tipificar e exemplificar todos os tipos de violência contra as mulheres. O objetivo é fazer com que os cinco tipos de violência – psicológica, moral, patrimonial, sexual e física – sejam identificados e nomeados, abrindo espaço para o enfrentamento a cada uma delas.  

Para Roberta Caldo, do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil, UNIC Rio, a campanha ajudará a esclarecer os tipos de violência, pois somente com informação adequada as mulheres poderão sair de ciclos de opressão.

Ela afirma que a campanha tem o objetivo de nomear e trazer à luz cada um dos tipos de violências caracterizados pela lei, para que homens e mulheres possam identificá-los contribuindo para que as vítimas deixem situações de abuso e sejam donas de suas histórias.

Eventos

Além do evento no Cristo Redentor, a campanha contará com ações no Museu de Arte do Rio, o Museu do Amanhã, e no Teatro Amazonas, em Manaus. As apresentações contarão com a iluminação acompanhando o “Agosto Lilás”, mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher, como forma de adesão à campanha #ParaCadaUma.

As linhas 4, 5, 8 e 9 de trem e do metrô de São Paulo terão 20 portas de vagões adesivadas e transmissão de mensagens de combate à violência doméstica e familiar nos monitores de vagões e plataformas. O VLT Carioca e a Eletromidia também apoiam a causa com a divulgação do projeto nas telas.

De acordo com a 16ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, uma mulher é vítima de feminicídio no Brasil a cada 7 horas.

Sobrevivente de violência doméstica com seu bebê.
Foto: UNDP.
Sobrevivente de violência doméstica com seu bebê.

Mobilização social

A campanha brasileira #ParaCadaUma é parte da iniciativa global Verificado da ONU e tem apoio institucional do Instituto Maria da Penha e Instituto Avon, além de colaborações da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Cnbb), Eletromidia, Farah Service, Grupo CCR, Museu de Arte do Rio, Museu do Amanhã, Nigro Entretenimento, Santuário Cristo Redentor, ViaMobilidade, ViaQuatro e VLT Carioca.

O projeto Verificado é coordenado no Brasil pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil e conta com a colaboração da Purpose, considerada das maiores organizações de mobilização social do mundo.

 Acesse: compartilheverificado.com.br

*Com informações do Unic-Rio.