No Dia da África, ONU celebra potencial regional e força da juventude
BR

25 maio 2022

Em mensagem, secretário-geral António Guterres diz que ações como eliminação de barreiras comerciais e estratégia regional de desenvolvimento são fatores de otimismo; desafios incluem efeitos do conflito entre Rússia e Ucrânia, crises climática e financeira. 

Pela celebração do Dia da África, neste 25 de maio, o secretário-geral António Guterres ressalta que a região é um lar de esperança.

A mensagem do chefe de ONU sublinha que na data, marcando a fundação da Organização da União Africana, se celebram “a enorme promessa e o potencial do continente diverso e dinâmico.”

Futuro 

Guterres diz olhar para um futuro brilhante na região devido à “crescente e vibrante população jovem”.

Mensagem enfatiza potencial de jovens para definir rumo do continente
Pnuma
Mensagem enfatiza potencial de jovens para definir rumo do continente

 

A mensagem destaca ainda ações como a Área de Livre Comércio Continental Africana, a Década da Inclusão Financeira e Económica das Mulheres e a visão para o desenvolvimento definida pela União Africana chamada Agenda 2063.

No entanto, o chefe da ONU ressalta que a realidade é marcada por múltiplos desafios impedindo que África atinja todo o seu potencial. 

Entre os obstáculos estão a pandemia da Covid-19 e o impacto arrasador nas economias africanas, mudanças climáticas, conflitos que estão por resolver e uma grave crise alimentar.

Tempestade 

Guterres lembra ainda que a região africana sofre com a guerra na Ucrânia que “cria uma tempestade perfeita” para os países em desenvolvimento, especialmente na África”. 

O chefe da ONU lembra que a crise resulta no aumento dos custos dos alimentos, da energia e de fertilizantes. Os efeitos se observam em áreas como nutrição e sistemas alimentares, tornando pior a capacidade do continente para mobilizar fundos que precisa para investir na população.

 

No período em que a União Africana marca o Ano da Nutrição, Guterres pede que nesta celebração do dia do continente haja união global em solidariedade com todos os africanos. A meta é reforçar a segurança alimentar e ampliar a nutrição para todos.

Pandemia

Em relação à Covid-19, o secretário-geral ressalta que esforços pelo fim da pandemia devem ser mais intensos. 

A sugestão é que seja reformado o sistema financeiro global, travadas as mudanças climáticas e silenciadas as armas em todos os conflitos.

A mensagem de António Guterres termina garantindo que as Nações Unidas continuarão orgulhosamente ao lado dos africanos durante a atuação para cumprir a promessa de uma África próspera e pacífica para todos.
 

Líderes assinaram a declaração de Kigali para o lançamento da Área de Comércio Livre Continental Africana na Cimeira Extraordinária da União Africana em Kigali, Ruanda.
ECA
Líderes assinaram a declaração de Kigali para o lançamento da Área de Comércio Livre Continental Africana na Cimeira Extraordinária da União Africana em Kigali, Ruanda.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud