Dia Internacional do Voo Espacial Humano destaca uso para fins pacíficos
BR

12 abril 2022

Data marca a chegada do primeiro ser humano à orbita terrestre; celebração ressalta papel da ciência e tecnologia espacial para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável; Escritório para Assuntos Espaciais promove cooperação internacional para uso pacífico e exploratório do espaço.

O Dia Internacional do Voo Espacial Humano é celebrado neste 12 de abril. A data marca a chegada do cosmonauta Yuri Gagarin ao espaço, em 1961. Ele foi o primeiro homem a orbitar a Terra.

A Assembleia Geral da ONU declarou em 2011 a celebração para lembrar anualmente “o início da era espacial para a humanidade”, reafirmando a importante contribuição da ciência e tecnologia espacial para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O chefe a bordo da missão da Apollo 11, Neil Armstrong, e o tripulante Buzz Aldrin foram os primeiros seres humanos que pousaram em outro corpo celeste.
Foto: ONU/NASA
O chefe a bordo da missão da Apollo 11, Neil Armstrong, e o tripulante Buzz Aldrin foram os primeiros seres humanos que pousaram em outro corpo celeste.

Cooperação internacional

Sobre a comemoração, o ex-astronauta e primeiro campeão das Nações Unidas para o espaço, Scott Kelly, lembra que a data é uma oportunidade de reconhecer o quanto a Humanidade alcançou graças à cooperação internacional no espaço. 

O astronauta tem uma função similar aos mensageiros da paz da ONU. Scott Kelly ajuda o Escritório para Assuntos Espaciais, Unoosa, a promover o espaço como uma ferramenta para alcançar os objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O Dia Internacional do Voo Espacial Humano também expressa a convicção do interesse comum da Humanidade em promover e expandir a exploração e uso do espaço exterior para fins pacíficos e em esforços contínuos para estender a todos os Estados os benefícios das descobertas espaciais.

Scott Kelly lembra que a data é uma oportunidade de reconhecer o quanto a Humanidade alcançou graças à cooperação internacional no espaço
UNIS Vienna
Scott Kelly lembra que a data é uma oportunidade de reconhecer o quanto a Humanidade alcançou graças à cooperação internacional no espaço

Avanços espaciais

Reconhecendo a relevância da discussão sobre os avanços nos estudos espaciais, a Assembleia Geral adotou sua primeira resolução sobre o tema em 1958.

Assim, as Nações Unidas criaram o Unoosa com a função de promover a cooperação internacional para o uso pacífico e exploratório do espaço, garantindo que as tecnologias espaciais continuem beneficiando diversos setores, implementando as responsabilidades do secretário-geral e monitorando os lançamentos espaciais.

Quase uma década depois, em 1967, o Tratado sobre os Princípios que Regem as Atividades dos Estados na Exploração e Uso do Espaço Exterior, também conhecido como a "Carta Magna do Espaço", também entrou em vigor. 

Após Yuri Gagarin, a também russa Valentina Tereshkova se tornou se a primeira mulher a orbitar a Terra, em 1963, e Neil Armstrong foi o primeiro humano a pisar na superfície da Lua, em 1969.

Outros feitos notáveis foram as expedições das espaçonaves Apollo e Soyuz, em 1975, sendo a primeira missão humana internacional no espaço. 

A ONU lembra ainda que na última década a humanidade “manteve presença permanente multinacional no espaço sideral a bordo da Estação Espacial Internacional.”
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud