Premiês de Barbados e Canadá vão liderar grupo de defensores dos ODS BR

Painéis de discussão que destacarão ações e soluções em apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
ONU/Anton Uspensky
Painéis de discussão que destacarão ações e soluções em apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Premiês de Barbados e Canadá vão liderar grupo de defensores dos ODS

ODS

Mia Mottley e Justin Trudeau foram escolhidos para presidir iniciativa que prevê acelerar esforços para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030; ativista de Moçambique, Graça Machel, é a única participante de língua portuguesa.

O secretário-geral da ONU anunciou, nesta quarta-feira, os nomes que vão compor o grupo dos defensores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável numa tentativa de fazer avançar a agenda até 2030.

A primeira-ministra de Barbados, Mia Mottley e o chefe do governo canadense Justin Trudeau irão copresidir a iniciativa que conta com outros 14 defensores incluindo a Rainha Mathilde, da Bélgica, o ator americano Forest Whitaker e a ativista e ex-primeira dama de Moçambique, Graça Machel.

Secretário-geral da ONU, António Guterres, com a primeira-ministra de Barbados, Mia Mottley
ONU Barbados e Caribe Oriental/Bajanpro
Secretário-geral da ONU, António Guterres, com a primeira-ministra de Barbados, Mia Mottley

Campanha extensa

Segundo o líder das Nações Unidas, António Guterres, o grande número de crises afetando o mundo ameaça o cumprimento dos ODS, que são o caminho para construir um mundo mais saudável, mais verde e sustentável até o prazo estabelecido pela ONU de 2030.

A primeira-ministra de Barbados afirmou que este é o momento de avançar com a agenda aproveitando a Década de Ação e Entrega dos ODS. Mottley tem defendido uma campanha extensa pelo combate à mudança climática e pelo perdão da dívida externa de países de renda média e pequenas ilhas.

Crise climática

No ano passado, ela recebeu o título de Campeã da Terra pela liderança na área.

Já o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse que vai trabalhar com outros governos e convencer seus colegas a acelerar o progresso da Agenda 2030.

Ele tem sido um grande defensor do combate à crise climática e à proteção da natureza assim como a autonomia a meninas e mulheres e uma recuperação resiliente da pandemia da Covid-19.

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, discursa em evento sobre o financiamento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na era da Covid-19
ONU/Eskinder Debebe
Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, discursa em evento sobre o financiamento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na era da Covid-19

Promessa

Os defensores dos ODS são um grupo de líderes influentes que apoiam o secretário-geral da ONU a aumentar a ambição global por ação para cumprir a promessa dos 17 Objetivos.

Mottley e Trudeau substituem o presidente de Gana Nana Addo Dankwa Akufo-Addo e a ex-primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, que lideraram o grupo desde 2016 e 2014, respectivamente.

 

Os demais defensores são:

 

A Rainha Mathilde da Bélgica

Sua Alteza Real, Muhammadu Sanusi II, 14th Emir de Kano

Sua Alteza Real, Sheikha Moza bint Nasser do Catar

BLACKPINK, K-pop Girl Group

Richard Curtis, roteirista e diretor de filmes

Hindou Ibrahim, ativista de ação climática e direitos indígenas

Graça Machel, fundadora e presidente do Conselho, Graça Machel Trust 

Dia Mirza, atriz, embaixadora da Boa Vontade do Programa da Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma.

Valentina Muñoz Rabanal, ativista STEM  

Edward Ndopu, intelectual, humanitário e fundados do A BILLION REASONS 

Jeffrey Sachs, diretor do Earth Institute da Universidade de Columbia

Kailash Satyarthi, Prêmio Nobel da Paz, fundador of Kailash Satyarthi Children’s Foundation

Brad Smith, presidente da Microsoft Corporation 

Forest Whitaker, fundador e CEO, Whitaker Peace & Development Initiative, enviado especial da Unesco para Paz e Reconciliação.