Guterres elogia anúncio de trégua no Iêmen, que deve durar dois meses BR

Para Guterres, esse é o primeiro passo na direção de acabar com a arrasadora guerra no Iêmen
ONU
Para Guterres, esse é o primeiro passo na direção de acabar com a arrasadora guerra no Iêmen

Guterres elogia anúncio de trégua no Iêmen, que deve durar dois meses

Paz e segurança

Secretário-geral falou a jornalistas na sede da ONU; pausa de combates acordada entre governo iemenita, houthis e Coalizão liderada pela Arábia Saudita deve ser primeiro passo para acordo de paz, diz chefe das Nações Unidas.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, saudou a trégua de dois meses, anunciada pelo Governo do Iêmen, pela Coalizão liderada pela Arábia Saudita e o grupo houthis.

Guterres falou a jornalistas na sede da ONU em Nova Iorque, nesta sexta-feira.

Tweet URL

Processo político

Segundo o secretário-geral, a trégua pode ser renovada e coincide com o começo do Ramadã, o mês de jejum dos muçulmanos. O horário da entrada em vigor é às 19h de sábado, hora local no Iêmen.

Para ele, é também um passo na direção da paz no país, e deixa a porta aberta para tratar das questões urgentes humanitárias e econômicas no Iêmen criando uma via genuína de revitalização do processo político.

Guterres agradeceu ao seu enviado especial ao Iêmen, Hans Grundberg, pelos esforços que levaram ao acordo da trégua.

Todos os lados no conflito concordaram em suspender toda ofensiva militar por terra, água e ar dentro do Iêmen e nas fronteiras.

Eles também concordaram que navios de combustíveis entrem nos portos de Hodeida e com a operação de voos comerciais do aeroporto de Sanaa, capital do país.

Meninos em frente a veículo danificado no Iêmen.
© WFP/Jonathan Dumont
Meninos em frente a veículo danificado no Iêmen.

Consentimento

As partes também deverão se reunir sob os auspícios do enviado especial para abrir as estradas em Taiz e outras regiões do Iêmen.

A trégua pode ser renovada após dois meses com o consentimento de todas os lados do conflito.

Para Guterres, esse é o primeiro passo na direção de acabar com a arrasadora guerra no Iêmen. O objetivo é criar a confiança entre as partes e contribuir para um ambiente que leve à retomada das negociações e à resolução pacífica do conflito.

Famílias deslocadas estão vivendo em assentamentos remotos em Marib, no Iêmen
© Ocha/Giles Clarke
Famílias deslocadas estão vivendo em assentamentos remotos em Marib, no Iêmen

Mulheres, homens e crianças

António Guterres pediu a todas as partes que cooperem em boa fé e agradeceu a todos os atores regionais que ajudaram com a trégua.

O conflito no Iêmen já dura mais de sete anos e arrasou a vida de milhões de mulheres, homens e crianças no país.

Os combates também criaram uma das piores crises humanitárias do mundo e levaram instituições do país à beira do colapso, revertendo o desenvolvimento de duas décadas e ameaçando a paz e segurança regionais.