Guiné-Bissau: Unicef apoia governo nos esforços de reforço da saúde comunitária

21 março 2022

Agência da ONU entregou meios de locomoção a 11 áreas sanitárias onde acesso aos serviços e as necessidades são críticos; donativo pode melhorar o desempenho dos supervisores de mais de 4 mil agentes comunitários.

Um donativo do Fundo das Nações Unidas para Infância, Unicef, pretende melhorar o acesso da população de áreas de difícil acesso à saúde na Guiné-Bissau.

A agência entregou 30 motocicletas ao Ministério da Saúde como parte da atuação conjunta.

As motos são destinadas a reforçar a capacidade institucional do governo nas 11 regiões sanitárias do país
Amatijane Candé.
As motos são destinadas a reforçar a capacidade institucional do governo nas 11 regiões sanitárias do país

Redução da pobreza

O donativo orçado em US$ 90 mil visa reforçar a ação do sistema de saúde comunitária.

O propósito é garantir que estando saudável a população seja mais produtiva, reduza a pobreza e aumente a riqueza.

A ação insere-se nas metas do Plano Nacional de Desenvolvimento sanitário e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável ligados a saúde.

A doação foi financiada pelo Fundo Global para o combate ao VIH, Sida, tuberculose e malária administrados no país pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.  

Falando no ato, o vice-representante do Pnud, José Levy, destacou a saúde comunitária como base para fornecer serviços essenciais à população guineense num contexto de greves repetidas e prolongadas no setor.

“A saúde comunitária, com mais de 4 mil agentes comunitários de saúde em todo o país, também representa intervenções com melhor relação custo-benefício, atingindo 80% da população com menos de 10% dos custos e sem custos diretos para os pacientes, despesas desembolsadas que na Guiné Bissau estão entre as mais altas da África Subsaariana”.

Saúde Comunitária

O Programa de Saúde Comunitária inclui a vacinação, prevenção e tratamento da malária, diarreia e infeções respiratórias.

Programas da suplementação em vitamina-A, desparasitação, promoção da amamentação precoce e exclusiva e alimentação complementar, designados de pacote de intervenções para a sobrevivência da criança.

As motos são destinadas a reforçar a capacidade institucional do governo nas 11 regiões sanitárias do país, onde vão servir nas ações de monitoramento e promoção das 18 práticas familiares essenciais com foco para as famílias das áreas mais remotas.

O chefe do Programa de Sobrevivência e Desenvolvimento da Criança do Unicef na Guiné-Bissau, Salvator Nibitanga, há mais componentes da cooperação nessa área.

“A transferência destes equipamentos realiza-se no quadro de uma parceria mais abrangente, sob financiamento do Fundo Global, a qual inclui: ações de estratégias avançadas ao nível comunitário, formação de agentes de saúde comunitária, ações de sensibilização e informação para a prevenção do paludismo”.

Jovem nas bolanhas de Bissau
ONU News/Alexandre Soares
Jovem nas bolanhas de Bissau

Gestão

Num total de mais de € 66 milhões, o Comité de Coordenação Multissetorial do Fundo Mundial selecionou o Pnud para gerir 30 milhões para a componente comunitária, o reforço do sistema de saúde e a Covid-19.

As duas agências da ONU trabalham com o governo na promoção, prevenção e tratamento da malária e 15 outras práticas familiares como a nutrição, pneumonia, imunização, tuberculose e VIH.

O objetivo da parceria é tornar o pacote essencial de intervenção em saúde acessível as comunidades. O maior destaque será para áreas mais isoladas e desfavorecidas.

 

*Amatijane Candé, de Bissau para a ONU News

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud