Chefe da ONU enfatiza solidariedade global em mensagem à África
BR

5 fevereiro 2022

António Guterres enviou vídeo à 35ª Cimeira da União Africana; discurso menciona quatro motores de recuperação: entrega de vacinas, estímulo às economias, recuperação sustentável para mitigar alterações do clima e inclusão nos processos de paz. 

O secretário-geral das Nações Unidas ressaltou que é preciso reforçar o apoio à África com maior solidariedade global. António Guterres enviou um discurso virtual para a 35ª Cimeira de líderes da União Africana, UA.

Nas sessões presenciais do evento que arrancou este sábado, em Adis Abeba, participa a vice-secretária-geral, Amina Mohammed.

Pacificação 

No discurso, Guterres aborda a pacificação de países da região e a atuação contra o novo coronavírus, mudança climática, os conflitos e o deslocamento. Ele falou em inglês, francês e português.

Guterres destacou que jovens africanos precisam de conectividade
Unicef/Frank Dejongh
Guterres destacou que jovens africanos precisam de conectividade

 

“Excelências, não é fácil alcançar a paz. Mas a paz é absolutamente necessária. Continuemos a trabalhar juntos; com um objetivo comum em mente; com e para os povos de África. Vamos dar vida às palavras do falecido Bispo Desmond Tutu: "A minha humanidade está dependente da vossa, porque apenas juntos somos humanos." Ao iniciar-se esta Cimeira, reitero que as Nações Unidas se orgulham de percorrer este caminho convosco, na luta pela dignidade, igualdade, paz e justiça para todos. Com solidariedade e sempre guiados por um espírito de humanidade e de esperança!”

O chefe da ONU apontou ainda que “desigualdades antiéticas” afetam a África e alimentam conflitos armados, tensões políticas, econômicas, étnicas e sociais, violações dos direitos humanos, violência contra as mulheres, terrorismo, golpes militares e um sentimento de impunidade.

Ele disse que dezenas de milhões de pessoas estão deslocadas e as instituições democráticas em perigo no continente. Em “um mundo precisando de solidariedade”, o representante destacou que a região pode contar com a família da ONU para dar apoio em quatro motores de recuperação. 

Recuperação 

Primeiro, Guterres disse que deve ser impulsionada a entrega de vacinas para todos através de plataformas já existentes, incluindo o Mecanismo de Aquisição de Vacinas da África e o Covax, para a compra e distribuição de imunizantes.

Em segundo lugar, o chefe da ONU disse que é preciso “acionar o motor da recuperação econômica reformando o sistema financeiro global”.

O terceiro ponto é a necessidade de uma recuperação sustentável em toda a África, continente que contribui com apenas 3% das emissões globais de gases de efeito estufa.

Por último, Guterres disse que é preciso acender o motor da paz em todo o continente reforçando as plataformas de inclusão. 

Liderança

Para ele, os jovens africanos precisam de conectividade para obter informações, comunicação e oportunidades de educação e empregos. 

Guterres sublinhou que deve ser impulsionada a entrega de vacinas para todos no continente africano
© Unicef/COVAX/Carlos César
Guterres sublinhou que deve ser impulsionada a entrega de vacinas para todos no continente africano

Para a lista de prioridades, o secretário-geral reafirmou o empenho das Nações Unidas em atuar com a União Africana para fortalecer as estruturas de governança democráticas e responsivas “e a fé das pessoas nelas”, um processo que requer liderança de todos os lados.

Na reunião, a presidência rotativa anual passa para a República Democrática do Congo em substituição da África do Sul. 

O evento elege ainda a liderança da Comissão da União Africana para os próximos quatro anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud