Duas bebês morrem de frio extremo em acampamento para deslocados na Síria

2 fevereiro 2022

Uma das crianças tinha apenas uma semana e a outras dois meses; porta-voz do secretário-geral da ONU informa que temperaturas estão abaixo de zero e situação já causou destruição de 10 mil tendas e abrigos; cerca de 250 mil pessoas estão sendo afetadas pelo clima gelado em Idlib e norte da cidade de Alepo.  

Duas bebês morreram na terça-feira, 1 de fevereiro após ficarem expostas ao frio extremo na Síria, segundo o porta-voz do secretário-geral da ONU.  

Uma das vítimas tinha apenas uma semana de vida e a outra, dois meses. Ambas viviam em acampamentos para deslocados em Idlib.  

Farhan Haq explicou que no noroeste do país, 1,7 milhão de pessoas vivem em acampamentos, a maioria em abrigos inadequados. Desde o dia 18 de janeiro, as temperaturas abaixo de zero danificaram ou destruíram 10 mil tendas em Idlib e norte de Alepo. 

Financiamento em falta  

Neve cobre acampamento no noroeste da Síria.
Foto: © UNOCHA/Ali Haj Suleiman
Neve cobre acampamento no noroeste da Síria.

Mais de 250 mil pessoas estão sendo afetadas pelo inverno e o frio extremo na região da Síria.  

O porta-voz do secretário-geral da ONU explicou que parceiros humanitários buscam ajudar 10 mil famílias com abrigo e assistência em dinheiro. 

Os trabalhadores humanitários também fornecerão porções de alimentos prontos para o consumo e cestas com mantimentos para mais de 90 mil pessoas.  

Mas segundo o porta-voz, a falta de financiamento para ajudar os sírios durante o inverno é um grande desafio.  

Haq contou que o plano para atender as necessidades humanitárias durante os meses de frio custará US$ 89 milhões, sendo que faltam US$ 39 milhões para a realização dos trabalhos de assistência.  

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud