Chefe da ONU faz apelo para evitar escalada de violência após ataque em Abu Dhabi  
BR

17 janeiro 2022

Explosões perto do aeroporto da capital dos Emirados Árabes Unidos foram reivindicadas pelos combatentes houthis; secretário-geral ressalta que ataques a alvos civis são proibidos pelo Direito Internacional Humanitário. 

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou os ataques desta segunda-feira ao Aeroporto Internacional de Abu Dhabi e à área industrial vizinha de Musaffah.  

Segundo agências de notícias, as explosões deixaram três mortos. O ato foi reivindicado pelos combatentes houthis, envolvidos no conflito no Iêmen. 

Contenção  

Em nota emitida pelo seu porta-voz, o líder das Nações Unidas destaca que ataques às populações e infraestruturas civis são proibidos pelo Direito Internacional Humanitário.  

António Guterres expressou profunda preocupação com o aumento das tensões e da especulação sobre um potencial conflito
Foto: ONU News.
António Guterres expressou profunda preocupação com o aumento das tensões e da especulação sobre um potencial conflito

O apelo feito a todas as partes é que limitem os conflitos e evitem a escalada da violência em meio ao aumento das tensões na região. Guterres ressalta ainda que não há solução militar para o conflito no Iêmen.  

Por meio de seu enviado especial para o Iêmen, Hans Grundberg, o secretário-geral da ONU pediu engajamento construtivo e sem exigências para avançar o processo político em busca de um acordo abrangente pelo fim dos confrontos. 

Relatos das agências de notícias destacam que explosões ocorridas em três caminhões de combustível causaram um incêndio próximo das instalações do aeroporto. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud