Explosão na República Centro-Africana fere três boinas-azuis da Tanzânia

Soldados de paz da Minusca.
ONU/Catianne Tijerina
Soldados de paz da Minusca.

Explosão na República Centro-Africana fere três boinas-azuis da Tanzânia

Paz e segurança

Dispositivo não identificado atingiu comboio das forças de paz perto da cidade de Berberati, no sudoeste do país; operação de paz condena uso do tipo de artefatos por grupos armados. 

Três soldados de paz tanzanianos ficaram feridos depois da explosão de um carro que os transportava no sudoeste da República Centro-Africana. 

A Missão da ONU na República Centro-Africana, Minusca, disse que o incidente ocorreu na quinta-feira pelas 11 horas, tempo local, quando um comboio de forças de paz deixou a cidade de Berberati com destino a postos militares temporários. 

Dispositivo explosivo 

Soldados de paz em formatura de guarda de honra na base da Minusca em Bangui, na República Centro-Africana
Minusca/Leonel Grothe
Soldados de paz em formatura de guarda de honra na base da Minusca em Bangui, na República Centro-Africana

O estrondo na prefeitura de Mambere-Kadei foi causado por um dispositivo explosivo não identificado.  

Um soldado gravemente ferido foi levado à região de Bouar, onde recebeu tratamento antes de ser transportado para a capital Bangui. 

O comunicado da Minuca condena o uso de artefatos explosivos por grupos armados, que já causou numerosas vítimas em todo o país. 

Os confrontos entre as milicias Séléka e Anti-Balaka iniciaram em 2013 após o derrube do então presidente François Bozizé por rebeldes. Os grupos também assumiram o controle da capital Bangui.  

As Nações Unidas enviaram um contingente para o país, em 2014, para garantir a proteção dos civis.