ONU pede US$ 100 milhões com urgência para apoiar palestinos ainda este ano 
BR

16 novembro 2021

Valor, que corresponde a um oitavo das necessidades anuais, garantiria operações contínuas até dezembro; secretário-geral solicita financiamento internacional que seja mais previsível, suficiente e sustentável.

A comunidade internacional se reuniu esta terça-feira, em Bruxelas, para mobilizar fundos para mais de 400 mil pessoas financeiramente apoiadas pela Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa.

A ONU pediu à Conferência Internacional Sustentando Direitos e Vidas, um apoio urgente e crucial para manter as operações da agência este ano. Outro apelo é que os compromissos e a solidariedade para as regiões anfitriãs continuem a longo prazo.

Compromissos

O evento arrecadou US$ 38 milhões para cobrir um déficit orçamentário de US$ 100 milhões até o final do ano. A Unrwa atende um total de 5,7 milhões palestinos na Síria, no Líbano, na Jordânia, na Cisjordânia, em Jerusalém Oriental e na Faixa de Gaza.

Para o secretário-geral António Guterres, é preciso encontrar de forma coletiva “um caminho para um financiamento mais previsível, suficiente e sustentável para a agência, inclusive por meio de compromissos plurianuais”.

Medidas incluem criar infraestrutura sustentável num momento em que as operações devem responder aos desafios da pandemia
Unama/Mohamed Hinnawi
Medidas incluem criar infraestrutura sustentável num momento em que as operações devem responder aos desafios da pandemia

 

A Unrwa fornece serviços essenciais nas áreas de educação, cuidados de saúde e proteção de emergência para refugiados na Faixa de Gaza e em países vizinhos.

O chefe da ONU destacou que as operações da agência são uma “tábua de salvação” para a população alvo e podem ser mantidas com um mínimo de US$ 800 milhões por ano. 

O comissário-geral da Unrwa, Philippe Lazzarini, pediu que o evento permitisse uma injeção única dos US$ 100 milhões para que a agência e seu pessoal voltem a trabalhar na capacidade total. 

Transformação

A Unrwa implementa ainda um processo de adaptação e modernização há anos. Em 2021, iniciou a transformação digital em grande escala para “garantir que os refugiados da Palestina recebam serviços de qualidade”.

Para cumprir o mandato da Assembleia Geral, as medidas incluem criar infraestrutura sustentável num momento em que as operações devem responder aos desafios da pandemia e de escassez de recursos.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud