Acordo levanta milhões de dólares para iniciativas de controle contra o tabaco
BR

15 novembro 2021

Evento da Organização Mundial da Saúde, OMS, reuniu 161 participantes para debater iniciativas sobre redução de consumo; declaração final tem objetivo de proteger saúde pública; tabaco é responsável por 8 milhões de mortes, anualmente, no mundo.

A Convenção da Organização Mundial da Saúde para o Controle do Tabaco anunciou um plano financeiro de milhões de dólares para fortalecer as medidas globais de controle do produto.

A decisão foi divulgada no encerramento da nona sessão do evento, que reuniu 161 representantes de governos, sociedade civil e entidades internacionais.

OMS destaca que 5,3 bilhões de pessoas no mundo estão cobertas com pelo menos uma medida anti-tabaco
OMS
OMS destaca que 5,3 bilhões de pessoas no mundo estão cobertas com pelo menos uma medida anti-tabaco

Continuidade

A expectativa é que os valores ofereçam mais fundos para apoiar esforços na redução do consumo do tabaco. Os investimentos, geridos pelo Banco Mundial, devem ser empregados em soluções que vão além do sistema de saúde tradicional.

A líder da Convenção, Adriana Blanco Marquizo, celebrou o resultado e disse que o tabaco é um obstáculo ao desenvolvimento porque “atinge os mais vulneráveis com mais força e sobrecarrega os sistemas de saúde, especialmente durante a pandemia”.

Segundo ela, dois terços dos participantes confirmaram advertências nas embalagens de tabaco e outros 17 países também adotaram as padronizações.

A declaração final do evento ressalta a necessidade de proteger as políticas de saúde pública contra interesses comerciais. O texto apoiou o aumento de impostos sobre o tabaco como parte dos esforços de recuperação da pandemia.

1 bilhão de pessoas no mundo são fumantes e o tabaco mata 8 milhões de pessoas por ano
© Unicef/Shehzad Noorani
1 bilhão de pessoas no mundo são fumantes e o tabaco mata 8 milhões de pessoas por ano

Epidemia

A Convenção reforça que existe uma persistente ‘epidemia de tabaco’ mesmo com  números mostrando que a substância causa diversos problemas à saúde.

De acordo com a OMS, o tabaco mata uma pessoa a cada quatro segundos em todo o mundo, o equivalente a quase 8 milhões por ano.

Desse número, estima-se que um milhão não sejam usuários, mas os chamados fumantes passivos. 

A entidade explica que o uso do tabaco está relacionado a doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, além de câncer e diabetes.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud