Países do G-20 receberam 15 vezes mais vacinas do que nações africanas
BR

27 outubro 2021

Unicef chama a atenção para a desigualdade na distribuição do imunizante contra a Covid-19; maiores economias do mundo prometeram doar 1,3 bilhão de doses, mas apenas 194 milhões foram distribuídas por meio do sistema Covax.  

Os países do G-20 receberam 15 vezes mais doses per capita da vacina de Covid-19 do que nações da África Subsaariana, de acordo com uma análise apoiada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.  

A pesquisa foi feita pela empresa de análise científica Airfinity e expõe a enorme desigualdade no acesso às vacinas contra o coronavírus.  

As doses entregues para as 20 maiores economias do mundo são também 15 vezes o total per capita entregue aos países de baixa renda e três vezes mais do que as vacinas distribuídas para todo os outros países juntos.  

Encontro em Roma  

OMS  recomenda que se distribuam vacinas em áreas rurais distantes das grandes cidades
Unicef/Catherine Ntabadde
OMS recomenda que se distribuam vacinas em áreas rurais distantes das grandes cidades

 

A diretora-executiva do Unicef declarou que “a desigualdade vacinal não está apenas deixando países pobres para trás, mas sim o mundo todo”.  

Henrietta Fore lembra que os líderes do G-20 estão prestes a se reunir e por isso, “é vital que lembrem que na corrida da vacina de Covid-19, ou vencemos juntos ou perdemos juntos”. 

A reunião do G-20 acontece neste fim de semana, em Roma, na Itália. O Unicef lembra que os países ricos prometeram doar imunizantes contra a Covid-19 para as nações de rendas média e baixa. 

Atraso na distribuição  

O Congo recebeu pouco mais de 300 mil doses de vacinas contra Covid por meio da Covax em agosto de 2021
© Unicef/Aimable Twiringiyima
O Congo recebeu pouco mais de 300 mil doses de vacinas contra Covid por meio da Covax em agosto de 2021

 

Mas segundo a agência da ONU, entre 1,3 bilhão de doses prometidas, apenas 194 milhões foram entregues até o momento para o mecanismo Covax. Na África, menos de 5% da população está completamente vacinada contra o coronavírus, o que aumentam os riscos de novos surtos.  

Aproveitando o encontro do G-20, 48 embaixadores do Unicef na África assinaram uma carta aberta, pedindo aos líderes do grupo para honrarem os compromissos feitos e distribuírem, com urgência, as doses da vacina.  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud