Prêmio Camões 2021, moçambicana Paulina Chiziane celebra “vitória para todas as lutas”
BR

20 outubro 2021

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é o Prémio Camões 2021. Na reação, de Maputo, a autora que também foi reconhecida pela Ordem do Cruzeiro do Sul do governo brasileiro fala de uma “surpresa agradável e reflexiva”. 

 

O anúncio da distinção foi feito pela ministra portuguesa da Cultura, Graça Fonseca. Os autores moçambicanos que já receberam as distinções são José Craveirinha, em 1991, e Mia Couto em 2013. 

Paulina Chiziane disse que foi teimosa, mesmo estando fora dos “cânones consagrados da altura” de sua instrução inicial. Ela considera ter sido premiada pela afirmação de identidade como “moçambicana, negra e mulher”. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud