Crianças brincam na Praia da Poça, região de Cascais, Portugal.

Portugal é o país da Europa que mais limpou praias em 2021

ONU News/Teresa Salema
Crianças brincam na Praia da Poça, região de Cascais, Portugal.

Portugal é o país da Europa que mais limpou praias em 2021

Clima e Meio Ambiente

Campanha da ONU e da União Europeia incentivou pessoas a formarem equipes para recolher lixo; quase 70% das atividades foram realizadas nas praias portuguesas; pelo menos 50 toneladas de lixo foram retiradas de zonas costeiras em 52 países. 

Todos os anos, no mês de setembro, as Nações Unidas e a União Europeia promovem uma campanha de limpeza de praias, que pode ser realizada por equipes de pessoas em qualquer país. 

Os primeiros resultados de 2021 já saíram, com Portugal liderando o total de ações realizadas. Segundo os organizadores da campanha, das 260 iniciativas deste ano, 175 aconteceram em praias portuguesas, ou mais de 67%. 

Crianças querem proteger animais marinhos  

Crianças limpam praia em Portugal. Campanha da ONU e UE removeu 50 toneladas de lixo.
ONU News/Teresa Salema
Crianças limpam praia em Portugal. Campanha da ONU e UE removeu 50 toneladas de lixo.

A ONU News em Lisboa acompanhou uma dessas ações envolvendo um grupo de crianças de apenas quatro anos de idade. Munida de luvas e de sacos de lixo, a equipe de uma escola particular da capital portuguesa foi até a Praia da Poça, no Concelho de Cascais, com uma missão: ajudar os animais marinhos. 

"Por que é que achas que as pessoas não devem deixar lixo na praia? Porque os peixinhos comem e depois não conseguem nadar. Porque os animais morrem e ficam doentes.” 

Neste ano, a campanha de limpeza de praias na União Europeia foi mesmo dedicada à proteção da vida marinha. A professora Teresa Salema, da escola Park International, que acompanhou as crianças na Praia da Poça, falou sobre a importância de começar este tipo de ação desde muito cedo.  

50 toneladas de lixo recolhido  

Plástico e lixo no geral prejudicam 600 espécies marinhas.
Foto: Unsplash/Angela Compagnone
Plástico e lixo no geral prejudicam 600 espécies marinhas.

“Eles estavam mesmo empenhados em encontrar lixo e principalmente, em proteger os animais. Sempre com a preocupação de que eles não engulam, que não fiquem a tossir, que não haja objetos que trespassem a barriga deles e que os façam morrer. Desde pequeninos, ganham este hábito que é tão importante, de não deitar o lixo para o chão e de ter esta preocupação, se vem o vento ou se vem as ondas, levam o lixo para o mar e depois o oceano fica poluído com o nosso lixo. E porque, inevitavelmente, essa mensagem também passa aos pais.” 

Neste ano, 52 países participaram da campanha da ONU e da União Europeia, com mais de 50 toneladas de lixo recolhidas das praias. Em junho de 2022, Lisboa será a sede da Conferência dos Oceanos da ONU.  

Proteger a vida marinha e preservar mares e oceanos é a meta número 14 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que prevê reduzir de forma significativa todo o tipo de poluição marinha até o final desta década.