No grupo de risco, pessoas com HIV têm menos acesso a vacinas contra Covid-19
BR

12 outubro 2021

Dados apontam que pacientes têm mais chances de sofrerem complicações e duas vezes mais risco de morrerem se contraírem Covid-19; países de baixa renda abrigam mais da metade da população com HIV e possuem a menor taxa de vacinação. 

O Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids, Unaids, afirma que pessoas com HIV possuem mais risco de sofrerem complicações causadas pela Covid-19, mas têm menos acesso às vacinas. 

Ao afirmar que a distribuição dos imunizantes permanece extremamente desigual, a agência divulgou que ainda há baixos níveis de doses disponíveis nos países de baixa renda. Essas nações abrigam mais da metade das pessoas vivendo com HIV globalmente. 

Virologista do Unaids garante não haver motivos para pânico com nova variante do HIV.
OIM Arménia
Virologista do Unaids garante não haver motivos para pânico com nova variante do HIV.

Pesquisas 

O Unaids publicou dados dos Estados Unidos que demonstram que pacientes infectados pelo coronavírus eram muito mais propensos a necessitar de internação e desenvolver casos graves.  

A agência afirmou que estudos conduzidos na Inglaterra e na África do Sul descobriram que o risco de morte pela Covid-19 entre pessoas com HIV chega ao dobro da população geral. 

O Unaids destacou que em casos avançados de HIV ou na presença de doenças crônicas, comuns em pessoas vivendo com o vírus da Aids, a recuperação da Covid-19 é mais improvável. 

Distribuição dos imunizantes contra Covid-19 permanece desigual
UNICEF/Bashir Ahmed Sujan
Distribuição dos imunizantes contra Covid-19 permanece desigual

Recomendações 

As recomendações para evitar o contágio pelo coronavírus seguem as mesmas para os pacientes com HIV, como higienização das mãos, uso de máscaras e distanciamento social. 

O Unaids reforça que todas as medidas preventivas recomendadas sejam tomadas e lembra que, como na população geral, pessoas mais velhas, com problemas cardíacos ou pulmonares têm mais risco de sofrer sintomas mais graves da Covid. 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud