ONU engaja jovens no desenvolvimento sócio empresarial na Guiné-Bissau

7 outubro 2021

Pnud entrega prêmios a vencedores do concurso de empreendedorismo em serviços públicos; grupo conta com nova plataforma virtual para buscar resposta e interagir com jovens para a solução de vários problemas comunitários.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, em parceria com Banco Mundial e outros atores realizou uma ação híbrida sobre o empreendedorismo e inovação na Guiné-Bissau.

No evento, a proprietária da Empresa de Cartuchos Reciclados, Ambiental Multicolor, foi confirmada como uma das vencedoras do concurso sobre os serviços públicos promovido pelo Laboratório de Aceleração da agência da ONU.

Negócios

Falando à ONU News em Bissau, Jackline Martins elogiou o acompanhamento dos mentores realçando que novas ideias partilhadas na iniciativa podem ser úteis ao negócio.

“Tive três meses de acompanhamento da parte dos parceiros do Pnud onde ajudaram a solucionar alguns problemas, deram algumas ideias interessantes. Agradeço pelo apoio financeiro e moral, espero que tenha mais concursos para poder ajudar os jovens empreendedores a evoluírem”.

Meninos em ruas de Bissau.
Alexandre Soares
Meninos em ruas de Bissau.

 

A agência realizou o concurso que identificou mais de 70 empreendedores guineenses que expôs o potencial juvenil, da criação do emprego e rendimento do país. A iniciativa destacou o peso do investimento em infraestrutura e educação profissionalizante para estimular o empreendedorismo.

Já o representante do Pnud na Guiné-Bissau, Tjark Egenhoff, destacou que a sociedade guineense demonstrou ter atitude e potencial de criar novas indústrias e emprego.

Energia

“O aspeto da inovação é inerente para o desenvolvimento da Guiné-Bissau, tendo em conta que a maior parte da população é justamente a faixa entre os 15 e 30 anos. Esta iniciativa é um tema onde a gente tem a possibilidade de liberar esta energia da juventude. E isso é que é o chamado do Pnud com os nossos parceiros para o engajamento da juventude para o desenvolvimento empresarial e social”.    

O Pnud quer fornecer ferramentas e recursos para ajudar os guineenses a colaborar, criar, cooperar e partilhar conhecimentos. A ideia é incentivar o desenvolvimento do ecossistema do empreendedorismo focado no crescimento socioeconômico sustentável.

Maior parte da população é da faixa etária entre os 15 e 30 anos
Alexandre Soares
Maior parte da população é da faixa etária entre os 15 e 30 anos

 

De acordo com o chefe da agência da ONU no país estão também ligadas a aspetos relevantes da economia digital, parcerias e o uso do potencial dos recursos digitais. Para ele, a sociedade tem todas as condições para criar novas soluções.

Espaço interativo

Na ótica dos promotores, a ação envia um sinal ao mercado guineense da existência de oportunidades de crescimento. Os beneficiários são inovadores que buscam realizar suas aspirações e contribuir para o futuro do empreendedorismo juvenil virado a inovação no país. 

O Pnud já desenvolveu uma plataforma virtual de interação entre inovadores, inventores e os setores público e privado, os chamados atores do ecossistema do empreendedorismo. O alvo é identificar problemas e buscar soluções para diversas questões que afetam a comunidade.  

Os três vencedores da prova receberam certificados do representante do Pnud e o diretor-geral da Rádio Jovem, que participou na iniciativa. O evento contou ainda com o apoio da União Europeia e da Agência Nacional de Empreendedorismo Juvenil.

Pnud desenvolveu uma plataforma virtual de interação entre inovadores
OIT/M.Tewelde
Pnud desenvolveu uma plataforma virtual de interação entre inovadores

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud