ONU foca no efeito das mudanças climáticas para marcar Dia Mundial do Habitat
BR

4 outubro 2021

Com o tema “Acelerando a ação urbana para um mundo livre de carbono”, chefe das Nações Unidas pede trabalho conjunto “para aproveitar o potencial transformador da ação urbana sustentável”; data celebrada neste 4 de outubro terá eventos sediados em Yaoundé, Camarões. 

Neste 4 de outubro, as Nações Unidas celebram o Dia Mundial do Habitat com uma série de debates em um evento híbrido, sediado em Yaoundé, Camarões. 

O tema “Acelerando a ação urbana para um mundo livre de carbono” pretende centrar a discussão no acesso à habitação e na importância de moldar as cidades para o futuro. 

Cidades sustentáveis ajudam na batalha contra as mudanças climáticas
Unsplash/chuttersnap
Cidades sustentáveis ajudam na batalha contra as mudanças climáticas

Mudanças climáticas 

Com diversos painéis focados em como as mudanças climáticas impactam habitações de todo o mundo, a mensagem do secretário-geral da ONU para a data reforça essa preocupação. 

De acordo com António Guterres, até meados do século, “mais de 1,6 bilhão de residentes urbanos podem ter que sobreviver com temperaturas máximas na média de 35 graus Celsius durante o verão”. 

Para 2050, a ONU espera um aumento pela metade da população urbana agora em torno de 4,5 bilhões de pessoas. O líder da ONU ressalta que três quartos da infraestrutura necessária terão que ser construída nos próximos trinta anos. 

São Paulo receberá prefeitos de todo o mundo para conferencia sobre cidades sustentáveis.
Banco Mundial/Mariana Ceratti
São Paulo receberá prefeitos de todo o mundo para conferencia sobre cidades sustentáveis.

Recuperação 

Lembrando que o mundo se recupera da crise causada pela pandemia, Guterres acredita que os planos de recuperação econômica “oferecem uma oportunidade para colocar a ação climática, energia renovável e desenvolvimento sustentável no centro das estratégias e políticas das cidades”. 

O chefe das Nações Unidas pede trabalho conjunto “para aproveitar o potencial transformador da ação urbana sustentável, para o benefício do planeta e das populações”. 

Histórico 

As Nações Unidas designaram a primeira segunda-feira de outubro de cada ano como o Dia Mundial do Habitat para refletir sobre o estado de habitats e o direito básico de todos de moradia.  

Com a celebração, a ONU pretende também lembrar ao mundo que todos possuem responsabilidade pelo futuro do habitat humano. 

Mais de 1,6 bilhão de residentes urbanos podem ter que sobreviver com temperaturas máximas na média de 35 graus Celsius
PMA/Alessandro Abbonizio
Mais de 1,6 bilhão de residentes urbanos podem ter que sobreviver com temperaturas máximas na média de 35 graus Celsius

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud