Cabo Verde está entre os países que mais vacinaram contra a Covid-19 na África
BR

30 setembro 2021

Nações que alcançaram meta global têm relativamente poucos habitantes; pelo menos 40% são pequenos países-ilha em desenvolvimento; em setembro, entrega de imunizantes no continente cresceu 10 vezes em relação a junho. 

Cabo Verde vacinou um quinto da população contra a Covid-19 até 30 de setembro. A proporção corresponde ao dobro da meta fixada em maio pela Assembleia Mundial da Saúde para todos os países.

Nesse período, somente 15 nações africanas atingiram a marca de 10% de pessoas imunizadas, ou cerca de um terço dos Estados do continente.

Estados insulares

Uma nota publicada esta quinta-feira, em Brazaville, estima que 90% dos países de alta renda alcançaram essa meta. No continente africano, somente as ilhas Seicheles e Maurício vacinaram totalmente mais de 60% das suas populações.

Cabo Verde deve conseguir imunizar 70% de sua população até o fim do ano
ONU Cabo Verde
Cabo Verde deve conseguir imunizar 70% de sua população até o fim do ano

 

Marrocos atingiu 48% e, tal como Cabo Verde, Tunísia e Comores alcançaram 20% de pessoas imunizadas. A grande maioria das nações africanas que cumpriram o prazo têm populações relativamente baixas. Pelo menos 40% são pequenos Estados insulares em desenvolvimento.

Outros fatores que distinguem o grupo de nações cumpridoras é a disponibilidade de suprimentos suficientes de vacinas. Muitas delas puderam ter acesso a doses de fontes diferentes, além das que foram fornecidas por meio do mecanismo Covax.

A plataforma global, que pretende garantir acesso equitativo às vacinas, disse que 21 países africanos beneficiários na região imunizaram totalmente até 2% das populações.

A iniciativa Covax faz parte do Acelerador de Acesso a Ferramentas contra a Covid-19
Unicef/Edler Fils Guillaume
A iniciativa Covax faz parte do Acelerador de Acesso a Ferramentas contra a Covid-19

 

Para o coordenador do Programa de Desenvolvimento de Vacinas e Imunização do Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde para a África, Richard Mihigo, os ganhos ainda são modestos.

Longo caminho

O especialista disse haver um longo caminho a percorrer para atingir a meta de vacinar 40% da população com todas as doses até o final do ano. As remessas estão aumentando, mas a indefinição nos planos de entrega é o principal obstáculo.

Entre os nove países que atingiram um décimo da população imunizada estão África do Sul, Marrocos e Tunísia que chegaram à marca no início de setembro. Outras seis nações aceleraram o desempenho com o aumento nas entregas.

No total, 23 milhões de vacinas contra a Covid-19 chegaram à África em setembro, um aumento em 10 vezes se comparado a junho. 

Vacinas administradas

No entanto, apenas 60 milhões de africanos foram totalmente vacinados até agora e 2% das mais de 6 bilhões de unidades usadas globalmente foram administradas no continente.

O mecanismo Covax disse atuar com doadores para identificar os países que podem atualmente absorver grandes volumes de vacinas e enviá-las. O plano é fortalecer o apoio aos locais que não têm outras fontes de imunizantes.

Covax entregará mais 475 milhões de doses ao continente africano até o final de dezembro
Unicef/Apagnawen Annankra
Covax entregará mais 475 milhões de doses ao continente africano até o final de dezembro

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud