Recém-nascidos e mulheres entre maioria dos haitianos deportados dos EUA
BR

24 setembro 2021

Unicef confirma que duas entre três pessoas obrigadas a retornar a Porto Princípe são mulheres e crianças; agência muito preocupada com situação das famílias expulsas da fronteira dos Estados Unidos. 

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, calcula que a cada três migrantes haitianos obrigados por agentes dos Estados Unidos a retornar a Porto Princípe, dois são mulheres e crianças.  

A agência está muito preocupada com a situação das famílias sendo expulsas das fronteiras americanas e destaca que existem até recém-nascidos, que precisam de cuidados especiais, entre os deportados.  

Tragédia tripla  

O Haiti é um dos países mais pobres do mundo.
Foto: IFRC
O Haiti é um dos países mais pobres do mundo.

O Unicef pede aos envolvidos para não usarem a força nas fronteiras, manter as famílias unidas e garantir a proteção dos migrantes antes de qualquer decisão sobre retorno das famílias ao país de origem.   

A diretora-executiva do Unicef lembra que o Haiti está enfrentando uma tragédia tripla: os impactos de um terremoto, violência de gangues e pandemia de Covid-19.  

Segundo Henrietta Fore, “quando crianças e suas famílias são deportadas sem proteção adequada, elas ficam ainda mais vulneráveis à violência, pobreza e deslocamentos”, que são exatamente os fatores que as levaram a buscar uma vida melhor em outro país.  

Proteção Infantil  

Um estimativa preliminar do Unicef aponta ainda que 40% dos migrantes haitianos em Del Rio, no Texas, são crianças. Elas estão vivendo em condições inadequadas e sem apoio humanitário básico.  

A agência trabalha para atender esses menores. Em Ciudad Acuna, no México, o Unicef irá faciliar o acesso a serviços de proteção infantil e entregará água potável, kits de higiene, sanitários móveis e estações para lavagem de mãos.  

No Haiti, o Unicef promete fornecer apoio psicossocial, proteção e material escolar, em coordenação com as autoridades locais e a Organização Internacional para Migrações, OIM.  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud