Assembleia Geral recebe países lusófonos no segundo dia de debates
BR

22 setembro 2021

Agenda da Assembleia Geral terá representantes de Cabo Verde e Guiné-Bissau nesta quarta-feira. Líder de Angola e representantes de São Tomé e Príncipe e Moçambique completam a agenda de lusófonos nos debates. 

Nesta quarta-feira, mais dois líderes de países lusófonos farão seus discursos na 76ª Assembleia Geral da ONU.  

No período da tarde, o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, é o primeiro a representar os países de língua portuguesa e o oitavo a subir no palanque. 

Também faz parte da agenda o presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embalo. Os dois representantes estarão na sede das Nações Unidas. 

Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca
Daniela Gross
Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

Lusófonos 

Completando a agenda de lusófonos, o chefe de Estado de Angola, João Lourenço, é esperado nesta quinta-feira. 

A ministra dos negócios estrangeiros, cooperação e comunidades de São Tomé e Príncipe, Edite Ten Jua, fala à Assembleia Geral na próxima segunda-feira. 

Moçambique também terá sua ministra de negócios estrangeiros, Verónica Macamo, discursando no último dia dos debates. O representente do Timor-Leste encerra a participação dos representantes de língua portuguesa. 

Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló se dirigiu aos líderes internacionais em cinco minutos
ONU/Evan Schneider
Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló se dirigiu aos líderes internacionais em cinco minutos

Brasil e Portugal 

O primeiro dia da Assembleia Geral, nesta terça-feira, teve o tradicional discurso de abertura com o presidente do Brasil.  

Em sua mensagem, Jair Messias Bolsonaro afirmou que até novembro, todos os brasileiros que “escolherem ser vacinados, serão atendidos”. 

Já o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu o multilateralismo e disse que o país busca consenso para solucionar as crises atuais.  

Reforçando compromisso com a questão migratória, o chefe de Portugal lembrou que o país possui programas importantes para receber jovens refugiados. 

Os debates de alto nível da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas acontecem entre os dias 21 e 27 de setembro. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud