OMS diz que 80% dos países africanos não cumprirão meta de vacinação
BR

2 setembro 2021

Plano era ter pelo menos 10% da população mais vulnerável imunizada contra novo coronavírus até fim deste mês; segundo agência, apenas nove nações já cumpriram objetivo incluindo África do Sul, Marrocos e Tunísia. 

O continente africano não vai alcançar as metas de vacinação da Covid-19 estipuladas pela Organização Mundial da Saúde. A agência divulgou um balanço da situação nesta quinta-feira.  

O objetivo era ter 10% da população mais vulnerável imunizada até o fim de setembro, mas segundo a OMS, apenas nove países já chegaram lá: incluindo África do Sul, Marrocos e Tunísia. 

 

A iniciativa Covax faz parte do Acelerador de Acesso a Ferramentas contra a Covid-19
Unicef/Edler Fils Guillaume
A iniciativa Covax faz parte do Acelerador de Acesso a Ferramentas contra a Covid-19

Entregas da Covax  

A agência destaca que quase 80% das nações africanas não vão cumprir a meta, devido ao ritmo lento na entrega das vacinas.  

A diretora-regional da OMS, Matshidiso Moeti, declarou que elas “precisam de planos exatos para vacinar, rapidamente, milhões de pessoas que ainda enfrentam a grave ameaça da Covid-19”. 

Por meio do mecanismo Covax, a África recebeu em agosto 21 milhões de doses, que é o mesmo total combinado enviado nos quatro meses anteriores. A expectativa é que mais entregas aconteçam este mês, por meio da Covax e da União Africana.  

Mulher recebe a vacina contra a Covid-19 na RD Congo
© UNICEF/Arlette Bashizi
Mulher recebe a vacina contra a Covid-19 na RD Congo

Desigualdade perturbadora  

A OMS também revela que 26 países utilizaram menos da metade das doses recebidas. Ao todo, forem entregues 143 milhões de doses e 39 milhões de pessoas, ou 3% da população, estão completamente protegidas da Covid-19.  

Para a diretora-regional da agência, a desigualdade mundial no acesso às vacinas é “profundamente perturbadora”.  

A OMS também divulgou o balanço semanal de casos de coronavírus no continente.  

Foram registrados 215 mil novos casos na última semana e mais d 45% dos países estão reportando uma subida rápida.  

Mais de 5,5 mil africanos morreram de Covid no período e a variante Delta está circulando em 31 países.  

A África do Sul já registrou 114 casos com a nova variante C.1.2, mas a OMS afirma que a prevalência desta versão do vírus continua muito baixa.  

Nesta quarta-feira, a agência informou o aparecimento da variante MU na Colômbia e outras nações latino-americanas. Ao todo, a nova cepa foi detectada em 39 países das Américas e da Europa. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud