Em Curitiba, jovens divulgam Objetivos de Desenvolvimento Sustentável BR

A Rede de Ação Jovem de Curitiba já preparou mais de 15 mil pessoas por meio de visitas a universidades e workshops virtuais, desde 2019
Matheus Felipe Falasco
A Rede de Ação Jovem de Curitiba já preparou mais de 15 mil pessoas por meio de visitas a universidades e workshops virtuais, desde 2019

Em Curitiba, jovens divulgam Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

ODS

Grupo integra Rede Jovem da Unctad e já treinou mais de 15 mil pessoas por meio de visitas a universidades e workshops virtuais; objetivo é ensinar práticas sustentáveis para ajudar com o cumprimento da Agenda 2030.  

Um grupo de estudantes e de jovens profissionais na cidade brasileira de Curitiba, capital do Paraná, está promovendo a sustentabilidade como chave para uma recuperação resiliente pós-pandemia. 

A equipe faz parte da Rede Jovem da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad. O representante do grupo, Matheus Felipe Falasco, explica que para garantir que “as gerações futuras tenham uma vida digna e de alta qualidade, é essencial a transição para uma sociedade sustentável”.  

Andar de bicicleta é uma ação sustentável para o dia a dia
ONU Ucrânia/Shuvaev
Andar de bicicleta é uma ação sustentável para o dia a dia

 

Práticas Sustentáveis  

A Rede de Ação Jovem de Curitiba já preparou mais de 15 mil pessoas por meio de visitas a universidades e workshops virtuais, desde 2019. A meta é esinar ações sustentáveis que podem ajudar o mundo a cumprir com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. 

As pessoas com menos de 30 anos representam quase um terço da população global. Para o secretário-geral António Guterres, os jovens são “campeões da sustentabilidade”.  

Segundo Matheus Falasco, muitos no Paraná não conhecem a Agenda 2030, por isso a Rede de Ação quer aumentar a conscientização pública sobre o assunto e estimular o engajamento deles em ações sustentáveis.  

As Nações unidas consideram que os jovens desempenham um papel fundamental na formulação da Agenda 2030, sendo o seu envolvimento fundamental para garantir um desenvolvimento sustentável.
Onu Info/ Florence Westergard
As Nações unidas consideram que os jovens desempenham um papel fundamental na formulação da Agenda 2030, sendo o seu envolvimento fundamental para garantir um desenvolvimento sustentável.

Década de Ação  

Mesmo com o confinamento e o fechamento de escolas e universidades devido à pandemia, Matheus e sua equipe continuaram promovendo as ações em conversas ao vivo nas redes sociais.  

“A gente trabalha com educação, principalmente um dos nossos projetos tem esse intuito de conscientizar os jovens sobre a importância do desenvolvimento sustentável, mas não para aí. A gente quer que de fato o jovem coloque a mão na massa e possa, além de identificar esses problemas, ele possa criar soluções.” 

A Rede de Ação Jovem planeja lançar o programa Década de Ação, em parceria com o governo do Paraná e sete universidades estaduais.  

A meta é engajar uma “nova geração de embaixadores jovens” a apresentar soluções para questões sociais, econômicas e de meio ambiente que surgiram com a pandemia.  

Segundo Falasco, a expectativa é ensinar mais de 100 mil estudantes a aplicarem práticas sustentáveis no dia a dia e ajudar esses jovens a terem habilidades para uma entrada de sucesso no mercado de trabalho. 

O Dia Internacional da Juventude será celebrado neste 12 de agosto, com as Nações Unidas destacando como os jovens podem trazer soluções para a solução de problemas globais.