Com apoio de Cafu, OMS e Fifa lançam campanha pela saúde mental
BR

2 agosto 2021

#ReachOut ou “Estenda a Mão” tem o objetivo de aumentar a conscientização e estimular busca por ajuda; depressão afeta 260 milhões de pessoas; 23% dos jogadores de futebol sofrem de insônia e 9% têm depressão. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, e a Federação Internacional de Futebol, Fifa, estão lançando a campanha #ReachOut, ou “Estenda a Mão”. O objetivo é estimular as pessoas que estão sofrendo de depressão ou ansiedade, para que procurem ajuda.

A campanha de conscientização sobre saúde mental conta com a participação de várias personalidades do futebol, incluindo o ex-jogador Cafu, que foi Pentacampeão do Mundo pelo Brasil, em 2002, e Aline Pellegrino, ex-zagueira da Seleção Brasileira. 

Jogadores deprimidos 

A depressão afeta mais de 260 milhões de pessoas no mundo, sendo que metade dos casos começa por volta dos 14 anos de idade. Segundo a OMS, o suicídio é a quarta causa de morte entre jovens dos 15 aos 29 anos. 

A Fifa destaca que entre os jogadores de futebol, 23% sofrem de insônia, 9% têm depressão e 7% ansiedade. Mas os números aumentam entre jogadores aposentados, com 28% confirmando que têm problemas para dormir e 13% afirmando estarem depressivos.

Diretor geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, e o presidente da Fifa, Gianni Infantino.
OMS
Diretor geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, e o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Salvar Vidas 

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, declarou que a campanha com a OMS “é muito importante para aumentar a conscientização sobre a saúde mental e para estimular um diálogo que pode salvar vidas”.

Segundo Infantino, a entidade está focada em fazer com que o futebol trabalhe em prol da sociedade. Ele lembra que conversar com família, amigos ou profissionais de saúde pode ser essencial nos casos de depressão e ansiedade. 

A OMS lembra que a pandemia de Covid-19 criou uma série de situações que afetaram as pessoas no mundo todo, como isolamento social, trabalhar de casa, escolas fechadas e aumento do desemprego. O desafio foi ainda maior para pessoas que já tinham alguma condição de saúde mental.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde declarou ser “mais importante do que nunca continuar dando atenção para a nossa saúde física e mental”. Tedros Ghebreyesus afirma que a “OMS está contente em apoiar a campanha #ReachOut com a Fifa e ajudando as pessoas a falarem sobre como anda sua saúde mental”. 

Além dos brasileiros Aline e Cafu, outras “lendas da Fifa” estrelam a campanha, como o ex-goleiro da Seleção da Itália, Walter Zenga, e Laura Georges, zagueira do Bayern de Munique e ex-jogadora da seleção francesa de futebol. 
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud