Roma aumentou união sobre potencial de sistemas alimentares para atingir ODSs 
BR

28 julho 2021

Pré-Cúpula dos Sistemas Alimentares envolveu mais de 17,5 mil pessoas em formato híbrido; vice-secretária-geral destaca quatro áreas de foco a dois meses da Cúpula dos Sistemas Alimentares, agendada para setembro em Nova Iorque.  

As Nações Unidas encerraram esta quarta-feira a Pré-Cúpula dos Sistemas Alimentares. Em Roma, o evento reuniu representantes globais de setores que podem apoiar a promoção destes processos. 

Gerar progressos a caminho do prazo da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável marcou os eventos de três dias, envolvendo 500 participantes presenciais. Outros mais 17 mil se juntaram virtualmente às reuniões, a partir de 190 países.   

Mundo unido 

A vice-secretária-geral, Amina Mohammed, disse que o mundo está “unido na crença de que são nos sistemas alimentares que reside o potencial para atingir todos os objetivos para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade.” 

Mulheres em Bangladesh participam da agricultura resiliente ao clima.
Pnud Bangladesh
Mulheres em Bangladesh participam da agricultura resiliente ao clima.

Falando sobre as metas da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, ela destacou haver “uma tremenda energia por trás dessa crença”. Mas disse que os desafios são urgentes e devem ser enfrentados em grande escala. 

Ministério, setores ligados à questão e comunidades desejam melhorar a colaboração. Para a vice-chefe da ONU, o evento fecha com o mundo pisando em terreno fértil para alcançar um resultado sólido da Cúpula dos Sistemas Alimentares agendada para setembro, em Nova Iorque. 

As quatro áreas de foco serão primeiro uma Declaração de Ação do secretário-geral para que continue o impulso a caminho das metas globais por meio dos sistemas alimentares.  

Contexto  

Em segundo lugar, os países continuarão a apresentar propostas nacionais para a transformação dos sistemas alimentares, para que sejam alcançadas todas as metas globais de acordo com seu próprio contexto. 

Em terceiro lugar serão considerados os temas comuns que podem ajudar a comunidade global em alianças e estruturas de apoio que levem ao cumprimento de visões e prioridades dos países. 

E, por fim, a ONU reiterou o empenho em apoiar a implementação de medidas em nível de país com acompanhamento local. 

As entidades que seguirão o processo são a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, Fida, o Programa Mundial da Alimentação, PMA, além do Comitê de Segurança Alimentar Mundial. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud