Aplicativos tentam facilitar viagens internacionais em tempos de Covid-19 
BR

14 julho 2021

A vacinação em massa contra o novo coronavírus ocorre num momento de maior adesão às ferramentas digitais para viagens seguras, deve causar aumento da mobilidade nas próximas semanas e meses como informam novos dados da Organização Mundial do Turismo, OMT. 

Um relatório da ONU sobre restrições de viagem revela que desde 1 de janeiro, 29% de todos os destinos no mundo continuam com suas fronteiras completamente fechadas para turistas internacionais por causa da pandemia. 

Deste total, mais da metade impede a entrada de viajantes desde maio de 2020. A maioria está em Pequenos Estados-Ilha da Ásia-Pacífico. Apenas três destinos no mundo estão completamente abertos a turistas: Albânia, Costa Rica e República Dominicana sem qualquer restrição. 

Adesão 

Uma das mudanças durante a pandemia foi a adesão em massa a soluções digitais. E de acordo com a Organização Mundial do Turismo, OMT, essas transformações tendem a facilitar o futuro do setor daqui para a frente. 

Quatro países do top 10 do mercados de envio de turistas seguem desaconselhando viagens não essenciais aseus cidadãos
Unicef/UN051302/Herwig
Quatro países do top 10 do mercados de envio de turistas seguem desaconselhando viagens não essenciais aseus cidadãos

 

Muitas empresas de viagem estão promovendo aplicativos para que os passageiros possam informar sua situação de saúde, incluir resultados de testes e quaisquer sintomas notificados antes da viagem. 

Esses aplicativos oferecem um questionário que pode ser preenchido em média três dias antes da partida facilitando assim o trabalho dos funcionários do check-in e economizando o tempo passado na fila. 

Vacinação 

Um em cada três destinos está parcialmente fechado e 36% requerem testes negativos de Covid-19 para permitir a entrada no país. Alguns também exigem a quarentena.  

Com as novas variantes, 42% dos países iniciaram restrições específicas para viajantes de alguns locais de risco. Uma outra preocupação é o baixo índice de vacinação que tende a ser comum em casos de grandes taxas de contaminação. 

Um em cada três destinos está parcialmente fechado e 36% requerem testes negativos de Covid-19 para permitir a entrada
OMS-Europa
Um em cada três destinos está parcialmente fechado e 36% requerem testes negativos de Covid-19 para permitir a entrada

 

O chefe da OMT, Zurab Pololikashvili, disse que os governos são cruciais para a recuperação do turismo através de colaboração, uso de dados e soluções digitais. 

Cautela 

As diferenças regionais sobre restrições de viagem permanecem em 70% de todos os destinos da Ásia-Pacífico, na Europa são apenas 13%, 20% na Américas, 19% na África e 31% no Oriente Médio. 

O relatório da OMT revela que a retomada do turismo deve permanecer silenciosa à medida que os governos continuam a exercer cautela. 

Quatro dos 10 maiores mercados de envio de turistas seguem aconselhando seus cidadãos contra viagens não essenciais, esses países geraram 25% de todas as chegadas internacionais em 2018. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud