Guterres destacou que a pandemia já matou 4 milhões de pessoas e arrasou a economia global

Ação para atingir metas globais no pós-pandemia está na mira das Nações Unidas  BR

ONU/Eskinder Debebe
Guterres destacou que a pandemia já matou 4 milhões de pessoas e arrasou a economia global

Ação para atingir metas globais no pós-pandemia está na mira das Nações Unidas 

ODS

Em reunião global com ministros, secretário-geral aponta prioridade de acesso a vacinas, testes e tratamentos da pandemia; para acelerar avanços, António Guterres defende um imposto solidário para apoiar combate à Covid-19. 

O secretário-geral apontou quatro áreas de “ação decisiva” para o progresso da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, falando na abertura da reunião de ministros do Fórum Político de Alto Nível nas Nações Unidas. 

Entre elas estão maior o acesso às vacinas, testes, tratamentos e suporte à Covid-19, acelerar a ação climática com foco em finanças, o investimento na equidade e inclusão de gênero e o apoio ao financiamento para o desenvolvimento. 

Economia  

O chefe das Nações Unidas destacou que a pandemia já matou 4 milhões de pessoas e arrasou a economia global.  

No discurso, Guterres disse ainda que o Produto Interno Bruto, PIB, global diminuiu 4,6% em 2020. Ele realçou que em fevereiro deste ano, 36 países de baixa renda estavam super endividados ou em alto risco de cair nessa situação.  

ONU quer colocar Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de volta nos trilhos
Unctad/Jan Hoffmann
ONU quer colocar Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de volta nos trilhos

 

Cerca de 255 milhões de empregos em tempo integral foram perdidos em horas de trabalho. A perda é quatro vezes maior do que a que foi verificada na crise de 2007-2009.  

Os efeitos da Covid-19 também empurraram mais 124 milhões de pessoas para a pobreza extrema, deixando uma em cada três sem acesso a alimentos adequados em 2020. O secretário-geral lembrou que o total corresponde a um aumento de quase 320 milhões de pessoas somente em um ano. 

Progressos 

No setor da educação, estima-se que dois terços dos alunos ainda sejam afetados pelo fechamento de escolas. 

Guterres sublinhou que a meta do Fórum Político de Alto Nível é avaliar o progresso nas metas globais para o fim da pandemia em todos os lugares e para que coloquem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de volta nos trilhos. 

Ele detalhou a proposta de maior acesso a vacinas, testes, tratamentos e apoio no combate à pandemia, dizendo ser essencial financiar totalmente o mecanismo Acelerador ACT e apoiar o roteiro de investimento de US$ 50 bilhões. 

Investimento em setores como conectividade digital pode apoiar inslusão
Pnuma/Lisa Murray
Investimento em setores como conectividade digital pode apoiar inslusão

 

Para impulsionar uma ação climática ambiciosa e urgente, que envolve as finanças, o chefe da ONU incentiva os países a apostar “em grande escala” tanto no financiamento público como no privado.  

Conectividade 

O secretário-geral disse ainda que a Cúpula do Clima, COP26, em Glasgow, será um ponto de virada, mas requer um compromisso de todos os países para atingir a neutralidade de carbono líquido até meados do século. 

Guterres realçou que os países devem prestar atenção às lições da pandemia e investir em sociedades mais igualitárias e inclusivas.  

Nessa atuação seria investido em setores como conectividade digital, igualdade e liderança equilibrada de gênero, economia e infraestrutura de cuidados, trabalho decente, educação ao longo da vida e requalificação.  

Imposto  

Quanto ao financiamento para o desenvolvimento, o secretário-geral elogiou o acordo anunciado pelo grupo das maiores economias do mundo, o G-20, sobre uma nova arquitetura tributária internacional.  

O apelo do secretário-geral é para que os governos também “considerem uma forma de imposto solidário vinculado à Covid-19, para reduzir as desigualdades extremas”. 

Série de prioridades da ONU prioriza acesso às vacinas, testes, tratamentos e suporte à Covid-19
Acnur/Santiago Arcos Veintimilla
Série de prioridades da ONU prioriza acesso às vacinas, testes, tratamentos e suporte à Covid-19