Covid amplificou crise na saúde mental das crianças
BR

9 julho 2021

Alerta é do secretário-geral da ONU; no mundo todo, metade dos menores de idade vivenciam algum tipo de violência online ou offline; António Guterres alerta para as “consequências arrasadoras a longo prazo”. 

Poucas crianças têm acesso a serviços de saúde mental, alerta o secretário-geral das Nações Unidas em um vídeo apresentado no Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável. 

António Guterres destacou que “a Covid-19 amplificou o problema”, porque “milhões de crianças estão fora da escola, o que aumenta o risco de violência e de stress mental”.

Para o chefe da ONU, apoiar o bem-estar dos menores de idade precisa ser uma prioridade
PMA/Wissan Nassar
Para o chefe da ONU, apoiar o bem-estar dos menores de idade precisa ser uma prioridade

Proteção Social

Para o chefe da ONU, apoiar o bem-estar dos menores de idade precisa ser uma prioridade. Guterres pede aos governos que garantam a proteção social das crianças e de suas famílias, por meio de programas de saúde mental e de apoio psicossocial. 

O secretário-geral mencionou ainda as “ameaças online e offline” as quais as crianças estão cada vez mais expostas, e pediu que a opinião dos menores seja levada em consideração durante a formulação de políticas de proteção. 

Irmãos gêmeos na Macedônia do Norte assistem a aula na TV
Unicef/Gjorgji Klincarov
Irmãos gêmeos na Macedônia do Norte assistem a aula na TV

Parte da Solução

Segundo António Guterres, as crianças precisam ser parte da solução e a meta deve ser “trabalho conjunto para a criação de sociedades resilientes, sustentáveis e focadas nas pessoas, onde todos os menores vivam uma vida sem violência e com os maiores níveis de saúde mental”.

A reunião, na quinta-feira, foi organizada pela Missão Permanente da Bélgica nas Nações Unidas e pelo Grupo de Amigos da Saúde Mental e do Bem-Estar. O objetivo do encontro foi aumentar a conscientização sobre o impacto da violência na saúde mental dos menores em tempos de Covid-19. 
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud