PMA mantém compromisso humanitário em meio à crise em Cabo Delgado BR

Conflito na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, gerou a uma crise de deslocamento
© PMA/Grant Lee Neuenburg
Conflito na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, gerou a uma crise de deslocamento

PMA mantém compromisso humanitário em meio à crise em Cabo Delgado

Ajuda humanitária

Chefe do Programa Mundial de Alimentação, PMA, David Beasley, visita programas da agência em Moçambique, onde o PMA apoia 1,9 milhão de pessoas.

O diretor executivo do PMA, David Beasley, reuniu-se com o presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, em Maputo e ministros de diversas áreas durante sua viagem oficial ao país.

No encontro com o presidente, Beasley disse que agência vai continuar apoiar o país face a crise humanitária em Cabo Delgado.

Secas e tempestades

David Beasley usou as redes sociais para alertar que a entidade ficará sem alimentos em Tigray
PMA/Ziad Rizkallah
David Beasley usou as redes sociais para alertar que a entidade ficará sem alimentos em Tigray

O chefe do PMA contou que no norte de Moçambique, a agência ajuda cerca de 700 mil pessoas por causa da insurgência de grupos armados não estatais que combatem forças do governo moçambicano.

Moçambique é um país propenso aos ciclones, secas e tempestades, o que agrava a situação alimentar. David Beasley citou a colaboração do governo no progresso do apoio humanitário efetuada pelo PMA e outras agências das Nações Unidas.

Novo escritório

Beasley lembrou que 1,9 milhão de moçambicanos são apoiados pela agência da ONU que vai continuar dando suporte de forma efetiva e aos mais necessitados. Ele chegou ao país numa altura em que o PMA inaugura seu novo escritório adaptado para a prevenção do Covid-19.

Várias entidades do governo e das Nações Unidas visitaram nesta terça-feira o novo espaço incluindo o ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, e a coordenadora residente das Nações Unidas em Moçambique Myrta Kaulard.

De Maputo para ONU News, Ouri Pota 

Moçambicanos que fogem da insegurança em Cabo Delgado chegando de barco na praia de Paquitequete, Pemba.
OIM/Sandra Black
Moçambicanos que fogem da insegurança em Cabo Delgado chegando de barco na praia de Paquitequete, Pemba.