Organizadores divulgam programação do Dia Mundial da Língua Portuguesa 2021
BR

28 abril 2021

Evento será celebrado em pelo menos 44 países neste 5 de maio; Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, Instituto Camões e governos de todas as nações lusófonas devem assinar mais de 150 atividades pelo mundo para festejar o idioma falado por 285 milhões de pessoas.

Neste 5 de maio, os nove países que têm o português como língua oficial mais as comunidades que falam o idioma no exterior, as chamadas diásporas, devem comemorar o segundo Dia Mundial da Língua Portuguesa.*

Desde 2020, a data passou a ser global após uma resolução da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, aprovada um ano antes.

Sociedade civil

No início desta semana, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, anunciou o programa das celebrações em pelo menos 44 países com cerca de 150 atividades em todo o globo.

A data é comemorada ainda pela sociedade civil, pelos setores público e privado e pelos próprios falantes do português. Uma língua que está presente nas Américas, na Europa, na Ásia e na África com cerca de 285 milhões de falantes.

Este ano, uma série de conferências, concertos, concursos literários e de poesia e eventos acadêmicos está preparada de forma presencial e virtual por causa da pandemia.

Numa das atividades, em Moçambique, as pessoas descreverão a situação da pandemia. Já em Angola, os estudantes participarão de um concurso de poemas.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, anunciou o programa das celebrações em pelo menos 44 países com cerca de 150 atividades
ONU News/ Daniela Gross
O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, anunciou o programa das celebrações em pelo menos 44 países com cerca de 150 atividades

Futuro do português

Nas Nações Unidas, o Dia Mundial da Língua Portuguesa é dirigido pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, cuja presidência rotativa é ocupada por Cabo Verde. 

Participam ainda alunos da Escola da ONU que estudam português como língua estrangeira num projeto piloto de ensino com docentes do Brasil e de Portugal.

A subsecretária-geral do Departamento de Comunicação Global, Melissa Fleming, falará no evento sobre a importância e o futuro do português.

Em todo o mundo, várias sucursais do Instituto Camões presidirão as celebrações entre estudantes, professores e comunidades na diáspora, como informou o novo presidente do Instituto Camões, com sede em Lisboa, o embaixador João Ribeiro de Almeida.

A subsecretária-geral do Departamento de Comunicação Global da ONU, Melissa Fleming, falou no evento sobre a importância e o futuro do português
ONU/Jean-Marc Ferré
A subsecretária-geral do Departamento de Comunicação Global da ONU, Melissa Fleming, falou no evento sobre a importância e o futuro do português

Diáspora

Como todos os anos, a ONU News transmitirá os eventos ao vivo, em sua página, e participará da cobertura com reportagens especiais.

O português é falado em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. O idioma é língua oficial na Guiné-Equatorial e em Macau, na China.
Segundo o Instituto Internacional de Língua Portuguesa, Iilp, com sede em Cabo Verde, existem pelo menos 7 milhões de pessoas que falam o português na diáspora.

*Com informações do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, Lisboa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud