Moçambique: famílias separadas pela violência precisam de ajuda urgente

19 abril 2021

A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, disse que o número de pessoas deslocadas pelos recentes ataques no norte de Moçambique continua a aumentar. Desde 24 de março, mais de 19 mil pessoas fugiram de Palma para as cidades de Nangade, Mueda, Montepuez e Pemba. Quase 700 mil pessoas, principalmente mulheres, crianças e idosos, estão deslocadas internamente no norte de Moçambique, como resultado de ataques e violência recorrentes por grupos armados não estatais desde outubro de 2017.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud