19 abril 2021

OMS somou 5,2 milhões de infecções notificadas na semana passada; ativista Greta Thunberg ofereceu € 100 mil para incentivar equidade e acesso à vacinação; nova iniciativa global financiará soluções locais de jovens na pós-pandemia. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou esta segunda-feira que as mortes devido à Covid-19 aumentaram, pela quinta semana consecutiva, atingindo mais de 3 milhões. A semana passada marcou o recorde de novos casos notificados até o momento com mais de 5,2 milhões no período. 

As infecções e as hospitalizações de pessoas entre 25 e 59 anos estão em alta numa taxa alarmante, “possivelmente como resultado de variantes altamente transmissíveis e aumento do contato social entre adultos jovens”. 

Iniciativas 

Em entrevista, em Genebra, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, destacou a tragédia para famílias, comunidades e nações. 

Unicef/Fouad Choufany
Aumento dos casos de Covid-19 ocorreu pela oitava semana consecutiva

 

O chefe da agência disse haver ferramentas para controlar a pandemia em questão de meses, se forem aplicadas medidas de forma consistente e equitativa. A OMS informou que os jovens terão financiamento para iniciativas locais de combate aos efeitos da Covid-19.  

A ativista sueca Greta Thunberg se juntou à agência como convidada especial do evento que anunciou o fundo a ser implementado pela Mobilização Global de Jovens, que congrega associações de voluntários. 

Thunberg doou € 100 mil para apoiar o mecanismo Covax que promove a equidade na vacina. Ela pediu aos países e fabricantes que aumentem e compartilhem suprimentos para a vacinação de todos os lugares.  

Clima e pandemia 

Para a ativista, a comunidade internacional deve fazer mais para enfrentar o que chamou de tragédia da desigualdade no acesso aos imunizantes. Ela disse haver meios à disposição para corrigir o grande desequilíbrio que existe hoje em todo o mundo no combate à pandemia. 

Ao ser perguntada por um jornalista sobre a resposta a mudanças do clima e à pandemia no Brasil, ela disse que não se deve ter foco em indivíduos se tratando de um problema mais amplo.   

Mas ao falar em nível pessoal, Greta atribuiu ao presidente do país o que chamou de falha “em assumir a responsabilidade necessária para salvaguardar condições de vida do presente e do futuro para a humanidade” em sua resposta à pandemia. 

Foto ONU/Cia Pak
Ativista sueca Greta Thunberg considera moralmente correto priorizar os mais vulneráveis

 

Ao mundo, Greta pediu solidariedade e senso comum em relação a uma proposta para que países ricos doem vacinas às nações em desenvolvimento quando terminarem as campanhas de imunização. Ela considera moralmente correto priorizar os mais vulneráveis, independentemente de serem de um país de alta ou baixa renda. 

Plataformas  

Em relação à iniciativa para os jovens, a OMS destacou que candidatos de todo o mundo podem se inscrever para obter fundos de apoio a soluções locais para enfrentar o impacto da pandemia. 

Para o diretor-geral da agência, o financiamento que também envolve a Fundação das Nações Unidas e seis grandes organizações juvenis, “fomentará ações abrangentes”.  

Estas medidas lideradas por jovens “ajudarão a enfrentar desafios que suas comunidades enfrentam e também fornecerá plataformas globais para que sua sabedoria e ideias sejam ouvidas e postas em prática.” 

Universidade Médica de Guangdong
Chefe da OMS disse haver ferramentas para controlar a pandemia em questão de meses

 

Com os adiamentos ocorridos devido à pandemia, estima-se que cerca de 90% relataram aumento da ansiedade mental. Mais de 1 bilhão de alunos em quase todos os países foram afetados pelo fechamento de escolas. 

Flexibilidade  

A OMS realça ainda que 80% de mulheres jovens estão preocupadas com o futuro. Um em cada seis jovens perdeu o emprego durante a pandemia em todo o mundo.  

O financiamento prevê que cerca de US$ 2 milhões sejam atribuídos em lotes entre US$ 500 a US$ 2000. Um programa “acelerador” aumentará os fundos nos próximos meses para promover soluções que mais se destaquem. 

Fluxos de investimento em jovens e organizações comunitárias de base de todo o mundo serão atribuídos com maior flexibilidade que os financiamentos tradicionais, segundo a Global Youth Mobilization Local Solutions . 

FAO/Max Valencia
Jovens e organizações comunitárias devem se inscrever para terem as propostas locais financiadas

Uma plataforma em várias línguas permitirá que os jovens e as organizações comunitárias se inscrevam para terem as propostas locais financiadas. As avaliações e as decisões feitas por jovens. 

Impacto 

Entre os parceiros da iniciativa estão a Salesforce, a Federação Internacional de Futebol, Fifa, as Olimpíadas Especiais, a Agência da ONU para Refugiados, a Cambridge International, a Peace First, a Generation Unlimited and Influential. 

O fundo será promovido para centenas de jovens ativistas na abertura da Cúpula Global da Juventude que inicia a 23 de abril.   

A representante do conselho Global de Mobilização Juvenil, Daisy Moran,  estimulou a participação global realçando que a Mobilização Global de Jovens é uma oportunidade para que estes tenham um papel ativo na recuperação imediata e de longo prazo do impacto da pandemia.  

Ela apelou à ação imediata nesse sentido com união de ativistas, membros de organizações com foco em jovens e atores globais da saúde e voluntários de todo o mundo. 

Unicef/Naua
Jovens voluntários na Jordânia estão apoiando suas comunidades durante a crise da Covid-19

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud