16 abril 2021

Porta-voz sublinha haver necessidade de colaboração e cooperação realçando a importância e influência das duas partes em nível global; ordem executiva emitida por Washington sanciona várias autoridades e entidades de Moscou. 

As Nações Unidas declararam que continuarão a fazer tudo o que for possível para apoiar a cooperação entre os Estados Unidas e a Rússia, após o anúncio de sanções de Washington a várias autoridades e entidades de Moscou nesta quinta-feira. 

Pela medida, serão expulsos 10 diplomatas russos do território norte-americano. A Rússia convocou o embaixador do país nos Estados Unidos para o Ministério das Relações Exteriores, segundo agências de notícias. 

Colaboração 

Ao ser perguntado por um jornalista, o porta-voz do secretário-geral da ONU, Stéphane Dujarric, disse que a organização está ciente das tensões entre os Estados Unidos e a Rússia e das ações tomadas a esse respeito.  

Foto ONU/Evan Schneider
Presidente Biden no Conselho de Segurança, em Nova Iorque, em 2010

Ele reiterou que a organização continua sublinhando a necessidade de colaboração e cooperação entre os dois países, “especialmente devido à sua importância no mundo e relevância como dois membros permanentes do Conselho de Segurança, com uma influência bastante grande no mundo atual.” 

A ordem executiva assinada pelo presidente Joe Biden cita interferências em eleições americanas e uma operação de ataque virtual a dados de agências governamentais do país. 

Crimeia 

Washington declarou também sanções a oito entidades ou indivíduos por causa da ocupação à região da Crimeia em 2014.  

A ONU já tinha revelado a esperança num diálogo entre Moscou e Washington, antes de uma recente conversa telefônica entre os presidentes Vladimir Putin e Joseph Biden. 

Foto: ONU/Jean-Marc Ferré
O porta-voz do secretário-geral da ONU, Stéphane Dujarric.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud