Cheias em Timor-Leste matam pelo menos 27 e deixam 7 mil desalojados 
BR

5 abril 2021

Agências da ONU no país estão apoiando o governo no socorro às vítimas; na vizinha Indonésia, as enchentes mataram 80 pessoas; chefe da ONU no país, Roy Trivedy, diz que desatre também afetou muitos funcionários da organização. 

Enchentes no sudeste da Ásia atingiram o Timor-Leste, o país de língua portuguesa, e a Indonésia. 

As chuvas fortes causaram as piores inundações e deslizamentos de terra dos últimos anos, no Timor. O governo de Díli informou que pelo menos 27 pessoas morreram e mais de 7 mil estão desalojadas. 

Danos e vítimas 

A Direção Nacional de Proteção Civil timorense informou que houve danos graves em residências e infraestruturas incluindo estradas e pontes.  

Foto OIM
Funcionária da OIM fala com pessoas afetadas pelas enchentes em Timor-Leste

Segundo agências de notícias, pelo menos 80 pessoas morreram na Indonésia com as cheias.  

O representante da ONU no Timor-Leste, Roy Trivedy, disse que muitos funcionários da organização também foram atingidos pelo desastre natural. 

A ONU está apoiando o Governo de Timor-Leste na coordenação de uma resposta de emergência e nesta segunda-feira, foram entregues itens de socorro à Diretoria de Proteção Civil. 

Emergência 

Trivedy afirmou que a ONU está profundamente triste com a perda de vidas e infraestruturas e expressou condolências às pessoas afetadas.  

Ele contou que a organização e os parceiros “estão empenhados em apoiar a resposta nacional e todas as medidas de emergência possíveis.” 

As cheias também fizeram vítimas fora de Díli, capital do país. No domingo, o quarto dia consecutivo das chuvas, ainda era difícil avaliar todos os danos. 

Uma das preocupações do governo timorense é com o Laboratório Nacional e as duas instalações de quarentena contra a Covid-19. 

ONU/Timor-Leste
Uma das preocupações do governo timorense é com o Laboratório Nacional e as duas instalações de quarentena contra a Covid-19. 

Mulheres e crianças 

O chefe da ONU no Timor-Leste lembrou especialmente das mulheres e crianças, que costumam ser as mais afetadas por desastres naturais. 

Ele disse que a organização vai continuar atuando com as autoridades para mobilizar todos os recursos possíveis de apoio à resposta de emergência.  

Segundo Trivedy, ainda que, “como medida de resposta de emergência, as Nações Unidas estendem todo o apoio ao povo e ao Governo de Timor-Leste nesta hora de necessidade.” 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Angola e Timor-Leste entre um terço dos destinos de viagem fechados para conter pandemia  

Novo estudo coloca o Brasil entre lugares com fronteiras parcialmente encerradas; Moçambique e Portugal implementam mais de uma medida de análise para viajantes; Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe exigem quarentena e exame PCR, que detecta o vírus.