Dia Internacional da Consciência tem foco em paz, tolerância e solidariedade  BR

secretário-geral também comentou as mudanças na forma de trabalho da organização, que se transferiu para um modelo remoto de produção sem perda de tempo
Foto: ONU/Rick Bajornas
secretário-geral também comentou as mudanças na forma de trabalho da organização, que se transferiu para um modelo remoto de produção sem perda de tempo

Dia Internacional da Consciência tem foco em paz, tolerância e solidariedade 

Assuntos da ONU

Data criada pela Assembleia Geral em 2019 quer mobilizar esforços da comunidade internacional para promover a paz e a inclusão; Unesco e Aliança de Civilizações desempenham papel importante na promoção do diálogo intercultural e da compreensão. 

As Nações Unidas marcam, este 5 de abril, o Dia Internacional da Consciência.  

A data, estabelecida pela Assembleia Geral em 2019, pretende mobilizar os esforços da comunidade internacional para promover a paz, tolerância, inclusão, compreensão e solidariedade. 

Objetivo 

A Assembleia Geral convidou todos os Estados-membros da ONU, agências e fundos e outras organizações internacionais e regionais para a construir uma “cultura de paz”. 

O objetivo é inspirar as pessoas a agirem pela paz, justiça e igualdade em todas as partes do mundo.
Hồ Anh Tiến
O objetivo é inspirar as pessoas a agirem pela paz, justiça e igualdade em todas as partes do mundo.

Segundo a ONU, isso deve ser feito de acordo com a cultura e costumes das comunidades locais, inclusive por meio de educação de qualidade e atividades de conscientização pública, promovendo o desenvolvimento sustentável.  

O conceito de cultura de paz emergiu no Congresso Internacional sobre Paz nas Mentes dos Homens, organizado pela Organização da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura, Unesco, na Cote d’Ivoire, também conhecida como Costa do Marfim, em julho de 1989. 

Desde então, a promoção de uma cultura de paz tem sido cada vez mais vista como um objetivo valioso da comunidade internacional.  

Ausência de diferenças 

No sistema das Nações Unidas, o conceito remonta à Constituição da Unesco, adotada há mais de 50 anos.  

A tarefa de construir essa cultura requer uma ação educacional, cultural, social e cívica abrangente, na qual cada pessoa tem algo a aprender, a dar e a compartilhar. 

Segundo a ONU, a “paz não é apenas ausência de diferenças e conflitos”, mas sim “um processo positivo, dinâmico e participativo ligado intrinsecamente à democracia, justiça e desenvolvimento para todos.” 

Neste processo, “as diferenças são respeitadas, o diálogo é encorajado e os conflitos são constantemente transformados por meios não violentos em novas vias de cooperação.” 

Sede da Unesco, em Paris
Unesco
Sede da Unesco, em Paris

Atividades 

A Unesco e a Aliança de Civilizações desempenham um papel importante na promoção do diálogo intercultural. 

A agência e a organização realizam e promovem atividades relacionadas com a cultura de paz e não violência por meio de uma série de projetos práticos nas áreas de juventude, educação, mídia e migração. 

Um trabalho em colaboração com governos, organizações internacionais, fundações e grupos da sociedade civil, bem como a mídia e o setor privado.