Mais de 1 bilhão de pessoas precisam de apoio de tecnologias em sua vida diária  BR

Novas tecnologias podem ajudar pessoas com diferentes tipos de limitações a cumprir tarefas em sua vida diária
Unsplash/Sigmund
Novas tecnologias podem ajudar pessoas com diferentes tipos de limitações a cumprir tarefas em sua vida diária

Mais de 1 bilhão de pessoas precisam de apoio de tecnologias em sua vida diária 

Direitos humanos

Novo relatório mostra crescimento de tecnologias que melhoram a vida de pessoas com limitações funcionais; em todo o mundo somente uma em dez pessoas tem hoje acesso aos produtos de que precisa; China, Estados Unidos, Alemanha, Japão e Coreia do Sul lideram o setor.  

Mais de um bilhão de pessoas necessitam atualmente de tecnologia assistiva e este número deve dobrar na próxima década em decorrência do envelhecimento da população. 

Essa é a grande conclusão de um novo relatório da Organização Mundial de Propriedade Intelectual, Ompi, publicado esta terça-feira.  

Crescimento 

Estas tecnologias ajudam pessoas com limitações a superar obstáculos diários para se deslocar em seus ambientes, se comunicar, trabalhar e viver de maneira independente. 

Estas tecnologias podem ajudar a inclusão de pessoas com deficiência
Unicef/Herwig
Estas tecnologias podem ajudar a inclusão de pessoas com deficiência

Segundo a pesquisa, os setores dos bens eletrônicos de consumo e dos produtos assistivos estão convergindo, o que implica uma comercialização maior destas tecnologias. 

O relatório mostra que inovações, desde pequenas mudanças em produtos existentes até desenvolvimentos em tecnologias de ponta, melhoram de maneira significante a vida de pessoas com limitações funcionais. 

Segundo a pesquisa, China, Estados Unidos, Alemanha, Japão e Coreia do Sul são os países que mais inovam nesta área.  

Importância 

Em comunicado, o diretor-geral assistente da Ompi, Marco Alemán, disse que as tecnologias assistivas “estão agora avançando rumo a uma gama mais larga de produtos de consumo, o que marca uma importante evolução em matéria de inovação, com grandes benefícios para um maior grupo de pessoas." 

Alemán contou que os dispositivos com interface cérebro-máquina ou reconhecimento de movimento ocular, que ajudam pessoas com paralisia cerebral, estão agora sendo usados nas áreas de games e de comunicação.  

Para ele, “é uma excelente notícia o fato de que estas tecnologias que melhoram a vida das pessoas estão avançando rumo a uma comercialização generalizada." 

Adolescente usando software para operar computador em escola em Kuala Lumpur
Unicef/Pirozzi
Adolescente usando software para operar computador em escola em Kuala Lumpur

Propriedade intelectual 

O relatório conclui que a propriedade intelectual permitiu o crescimento da inovação em tecnologias assistivas.  

Em todo o mundo, hoje, somente uma em cada dez pessoas tem acesso aos produtos assistivos de que precisam.  

Com este relatório, a Ompi pretende apoiar o debate, em todo o mundo, sobre tecnologia assistiva, com base na Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências e o trabalho da Organização Mundial da Saúde, OMS.